Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Os velhinhos Autor(a): Benedita Alves dos Anjos - Conheça esse autor
História publicada em 03/04/2014
- “Olá seu João, tudo bem?”, eu pergunto ao passar por ele. “Tem óleo velho?”
- “Tem bastante. A senhora quer eu levo na sua casa?”
 
Logo que volto da caminhada já está no portão o seu João com um carrinho e uma porção de garrafas de óleo de cozinha. Ele junta e recicla para ajudar na aposentadoria.
 
Todos os dias os dois velhinhos saem catando papelão, garrafas e tudo o que possa render alguns trocados.
Eu digo então:
- “Mas não quero tudo isso, nem tenho onde guardar.”
Ele insiste e eu acabo ficando, dou alguns trocados e ele vai embora feliz. E os dois sempre juntinhos saem carregando o carrinho, sem saber estão ajudando o planeta.
 
E eu faço o meu sabão.
- Quatro litros de óleo,
- Um kilo de soda,
- Um detergente de coco,
- E a mesma medida de água fervente.
 
Misturo tudo e já tenho 40 pedras de sabão. Aqui, no mercado, há um lugar para receber esse óleo, mas quase ninguém se dá a esse trabalho. É mais fácil comprar tudo pronto...
 
 
E-mail: [email protected]
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 06/04/2014

Parabéns Benê, assim você colabora com os dois e ainda sai no lucro e todo o planeta agradece.

Sabão eu não faço não mas gostaria de sua receita de pão integral, esse eu faço em casa também.

Beijos.

Enviado por Julia Poggetti Fernandes Gil - [email protected]
Publicado em 05/04/2014

Benedita, hoje vários carrinhos andam por esta cidade puxados por velhinhos e também jovens, eles ajudam a despoluir a cidade e fazem também a limpeza dos recicláveis, parabéns pelo texto.

Enviado por Nelinho - [email protected]
Publicado em 04/04/2014

Oi Arthur, dei boas risadas agora.

Você devia ser um moleque levado , para te mandarem lamber sabão.

ABRAÇO

Enviado por Benedita Alves dos Anjos - [email protected]
Publicado em 04/04/2014

Eu tenho horror de ver jogar óleo usado fora,interessante que antigamente ninguém pensava nisso.Eu não faço nenhum tipo de fritura em casa,pois moro sózinha,mas no escritório tem refeições e a funcionária que cozinha leva o óleo usado para fazer sabão e o próprio pessoal do escritório compra dela a pedra do sabão que realmente é ótima para desencardir meias,panos de prato de chão,etc...

Enviado por Walquiria - [email protected]
Publicado em 04/04/2014

Bene, eu não faço sabão em casa por trauma de infância, quando criança tantas vezes eu ouvi adultos me mandarem lamber sabão. que um dia eu experimentei e odiei a ideia até hoje.

Hoje eu tenho preferido lamber sabão em pó com os devidos amaciantes. Mas parabéns pela iniciativa, eu espero que essa boa moda pegue, mas eu vou confessar sinceramente, que duvido muito. Infelizmente para o nosso meio ambiente, alias para o nosso ambiente inteiro e não só para o meio. Parabéns.

Enviado por Arthur Miranda (Tutu) - [email protected]
Publicado em 04/04/2014

Pra vocês verem que sou das antigas, faço sabão caseiro,pão integral, quem quiser receita eu passo.

Esse sabão é muito forte, mas não fico sem ele.

Ah! tem que dissolver bem , eu deixo no sol, mas quem tem braços fortes mexe por uns 30 minutos.

Enviado por Benedita Alves dos Anjos - [email protected]
Publicado em 04/04/2014

Benê, minha avó também fazia sabão em casa, mas eu acho que era com banha.

Enviado por Marcos Aurelio Loureiro - [email protected]
Publicado em 03/04/2014

Dos Anjos, atitude politicamente correta, minha sogra também fazia sabão dessa forma,quanto a reciclagem, não vemos quase papelão e latinha pela ruas, pois tem valor, porque não compram garrafas pet também, não tem valor comercial, pois acredito se o governo com subsidio aos catadores os rios e as ruas seriam outras em termos de limpeza.

Enviado por Estanislau Rybczynski - [email protected]
Publicado em 03/04/2014

É, Benê, a facilidade não permite que a pessoa faça em casa coisas tão simples, como o sabão. Parabéns. Você tem consciência ecológica e isso é fundamental. Quer dizer, vital. Um beijo, mina querida.

Enviado por Vera Moratta - [email protected]
Publicado em 03/04/2014

Bene, que bom ver estes velhinhos trabalhando em favor do planeta, mesmo sem saber. Essa é outra lição que muitos tem que aprender, preservar nosso Planeta, reciclado o lixo. Um abraço.

Enviado por Margarida Pedroso Peramezza - [email protected]
« Anterior 1 2 Próxima »