Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Encontrei São José! Autor(a): Walquiria - Conheça esse autor
História publicada em 26/12/2013
Assistindo a um programa de TV chamado "Fé", no canal GNT, com a Cissa Guimarães, no qual seu entrevistado era o glorioso Miguel Falabella, me surpreendi e me emocionei com um acontecimento real em sua vida. Contava ele que, ao sair de uma gravação na TV, um ator seu amigo lhe disse: Miguel hoje é dia de São José, e às vezes, ele aparece para alguém de alma bondosa... Miguel sorriu e foi em direção ao carro estacionado a uma quadra dali.
 
Já chegando perto do carro se deparou com um homem caminhando em sua direção apoiado em um pedaço de pau e ele mais que depressa entrou no carro e saiu em disparada para não ouvir pedidos de esmola... Uma quadra depois ele pensou: "Acho que era o São José". Ele deu a volta e não encontrou mais o homem, mas ele não desistiu e ficou rodando no quarteirão até encontrá-lo. O homem pedia realmente uma ajuda muito especial, ele estava com a perna quebrada e queria uma alma generosa para salvá-lo. Miguel então levou o mendigo a um pronto socorro para ser atendido e pensou: Vi nele a figura do São José.
 
Ouvindo esta história, lembrei que há alguns anos atrás buscava minha filha caçula na escola aqui na cidade de São Paulo, e naquele dia em especial levei a ela um pastel, ou melhor, dois pastéis de feira que ela adorava e um refrigerante, pois eu iria fazer umas compras e ela precisava comer um lanche, pois eu ia demorar. Próximo à escola me deparei com um mendigo com um olhar muito triste e cabisbaixo, então não tive dúvidas: peguei os pastéis e o refrigerante e dei ao homem dizendo:
 
- Está bem quentinho, pode comer. 
 
Meu coração disparou quando ele esbravejou um monte de palavrões e atirou tudo em mim dizendo que não havia pedido nada... Saí dali tão triste e assustada que não conseguia entender o porquê. Talvez ele tenha problemas mentais, pensei... Mas eles aceitam sempre comida ou bebida, mesmo quando tem retardos ou esquizofrenia...
 
Nunca esqueci, mas não deixei de dar lanches ou refeição a mendigos quando os vejo na rua e estou andando a pé, paro e compro o que achar no local próximo e levo até eles. Depois deste dia, já fiz isso dezenas de vezes e recebi de todos um obrigado ou apenas um sorriso... Adoro carregar pacotes de bolachas ou saquinhos com balas chicletes e pirulitos e dar nos faróis para as crianças quando chegam no carro... as expressões de alegrias são as mais variadas possíveis, mas a minha alegria interior é igual todas as vezes que vejo aqueles sorrisos...
 
E-mail: [email protected]
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 01/02/2014

Estou aqui vendo wal que bela história, porque não escreveu mais?

Abraço amiga.

Enviado por Benedita Alves dos Anjos - [email protected]
Publicado em 03/01/2014

Fazer o bem, não olhar a quem... assim tem sido a reação de pessoas com seu perfil, Walquíria, vc é de uma bondade e gentileza bem acentuadas. Parabéns, Walquíria.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 30/12/2013

Walquiria, e eu encontrei a Maria nesse texto, pela sua bondade e compreensão para os que tem menos, parabéns,feliz ano novo, Estan.

Enviado por Estanislau Rybczynski - [email protected]
Publicado em 28/12/2013

Walquiria, como é bom fazer o bem, o crescimento vem e a paz reina no coração.Parabéns pelo seu gesto e atitudes diárias de sua vida.Um grande beijo e feliz ano novo para você e toda sua família.

Enviado por Margarida Pedroso Peramezza - [email protected]
Publicado em 28/12/2013

Walquiria, você tem alma genorosa, mesmo recebendo aquele desacato, continuou firme em seu propósito de fazer o bem sem olhar à quem. Parabéns e um ótimo Ano Novo.

Enviado por Julia Poggetti Fernandes Gil - [email protected]
Publicado em 26/12/2013

Fazer o bem sem olhar a quem, é a "Lei de Ouro" fortalecido pelo Espírito Santo: amar ao próximo com a si mesmo!

Enviado por Carlos Fatorelli - [email protected]
Publicado em 26/12/2013

Que gesto maravilhoso Wal,isso se chama Amor.

Que Deus te abençoe e te dê um ano muito feliz.

Enviado por Benedita Alves dos Anjos - [email protected]
« Anterior 1 Próxima »