Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares Quem curtiu, curtiu... Autor(a): Nelinho - Conheça esse autor
História publicada em 17/10/2013
É hora do almoço, sexta-feira, enquanto minha esposa prepara a refeição dirijo meus pensamentos para velhos locais que tive a oportunidade de conhecer nesta nossa cidade de São Paulo, nos meus tempos de office-boy e, mais tarde, quando de maior idade nas andanças noturnas, quem conheceu...
 
- Coxinhas e empadinhas do Restaurante Guanabara, quando ainda ficava na Rua Boa Vista, esquina com a Ladeira Porto Geral.
- Sanduíche de pão com salsicha no cubículo do Largo do Café.
- Café com leite, pão e manteiga e queijo branco na antiga Leiteria Pereira, na Rua São Bento.
- Batida de cachaça com morango ou limão, no cubículo que ficava na Praça do Correio (descia uma escadinha).
- Feijoada aos sábados no Restaurante Bolonha, ficava também da Praça do Correio.
- Minipizza feita na hora na Casa Italiana, Rua Antonio de Godoy.
- Sanduíches feitos na hora, ingredientes à escolha do freguês, na antiga Panificadora Ayrosa, Av. São João ao lado do Cine Art Palácio.
- Feijoada nas madrugadas de quarta-feira e sexta-feira no antigo Restaurante do Papai, na Praça Julio de Mesquita.
- Salada de batata, croquetes de carne e chope da Salada Paulista, Av. Ipiranga, ao lado do Hotel Excelsior.
- Sopas de sabores variados no antigo Restaurante Palladium, Av. Rio Branco.
- nhoque "al sugo" e antipasto de azeitonas pretas, provolone, sardela e berinjela desfiada do antigo Restaurante Spadoni, na Av. Ipiranga.
- Sanduíche de pernil, acompanhado de um chope no antigo Bar Gouveia, na Praça da Sé (Rua Santa Tereza), prédio demolido.
- Salgadinhos da Padaria e Confeitaria Santa Tereza, na Praça João Mendes (ainda existe, mas agora mais moderna).
- Batida de amendoim no Bar do Pescador (ficava nos fundos do Cassino Vila Sofia, lá em Santo Amaro).
- Bacalhau a Jacinto, no Restaurante Jacinto (ficava na Praça da Sé, ao lado do Cine Santa Helena).
 
Eis meus amigos antigos locais onde tive o prazer de conhecer nas décadas de 1940/ 1950, no tempo em que se podia caminhar tranquilamente pela nossa cidade a qualquer hora, sem os perigos de hoje em dia.
 
 
E-mail: [email protected]
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 22/10/2013

complementando,as deliciosas salsichas, do bar 2 porquinhos,

o sanduiches, de aliche,da leiteria americana,

o sanduiche grego,na porta bar viarregio.

as delicias, de batidas, petiscos,do bar jurity,

as coxinhas, da doceria, paulista,

Enviado por João Cláudio Capasso - [email protected]
Publicado em 22/10/2013

...dos lugares listados, só me recordo do Salada Paulista e das feijoadas na São João.

Enviado por Carijó (apelido no futebol) - [email protected]
Publicado em 22/10/2013

Leonelo (Nelinho) Tesser, cardápio florido e saudoso no rico país/estado da gastronomia. Parabéns!!!

Enviado por Carijó (apelido no futebol) - [email protected]
Publicado em 21/10/2013

Oi, Nelinho, sentimos sua falta com a Jurema, no sábado, 19\10. Sei que vc ainda está convalescendo do acidente. Fica bom logo, por favor, eu não peço, eu EXIJO e está acabado, pô. Nelinho, no meu comentário, abaixo servi-me de um termo "DELIARMO-NOS", vc sabe o que quer dizer? não? nem eu. Escrevi e agora esqueci o que queria dizer.

Ahhh, agora já matei: "DELICIARMO-NOS" e logo depois, quis dizer "FAVOR" e não favos. É que quando escrevo pra vc, fico um pouco emocionado, afinal, estou me dirigindo ao NELINHO, pô, e isso merece uma pausa maior. Ve se fica bom logo, tá? Un baccio in testa, farbuto, auguri.

Laruccia

Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 20/10/2013

Me deu fome Nelinho. vou para o fogão.

Enviado por Marcos Falcon - [email protected]
Publicado em 19/10/2013

UMA ÓTIMA E DELICIOSA SUGESTÃO PRA VOLTARMOS AO PASSADO, DELIARMO-NOS NOS LUGARES INDICADO PELO NOSSO MEMORALISTA-MOR, NELINHO. NÃO ESQUEÇAM DE CONVIDA-LO, POR FAVOS.GOSTEI NELINHO, RECORDAÇÃO ALVISSAREIRA, BEM CONCATENADA. PARABÉNS, IPIRANGUISTA ROXO.

MODESTO

Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 18/10/2013

Nelinho, poe que você insiste em nos criar inveja. Alguns destes lugares eu conheci de outros nem tinha ouvida falar, mas gostaria muito de ter conhecido.

Enviado por Marcos Aurélio Loureiro - [email protected]
Publicado em 18/10/2013

Nelinho, você curtiu muito esses prazerosos locais que São Paulo tinha nas décadas de 40 e 50. Tenho certeza que você também curtiu um, que esqueceu de mencionar: A famosa Casa de Sucos da Rua São Bento, próxima a loja "A Exposição". Valeu pelos seus pensamentos para velhos locais. - Capuano

Enviado por Roberto Capuano - [email protected]
Publicado em 17/10/2013

Nelinho, pelo menos eu me salvei - a Padaria Santa Tereza, deslumbrante mesmo. De resto, só fiquei na vontade. Parabéns pela lembrança e pela possibilidade de ter vivido tudo isso. Um abraço.

Enviado por Vera Moratta - [email protected]
Publicado em 17/10/2013

Ótimos lugares, Nellinho, de uma cidade mais simples e feliz. Lembro-lhe ainda as salsichas dos Dois Porquinhos e o variado cardápio do Papai, além do Leão do Olido. Não nos esqueçamos tb do Gigetto, que ainda existe,mas na Avanhandava. Abraços.

Enviado por Luiz Simões Saidenberg - [email protected]
« Anterior 1 2 Próxima »