Leia as Histórias

Categoria - São Paulo do século XXI Saudades do meu bairro Autor(a): Antonio Marcos Murillo - Conheça esse autor
História publicada em 20/03/2007
Estamos em 2007. Época de imensos avanços tecnológicos. Internet, tv de plasma, play station 3, carros automáticos, e muito mais. Não se pode negar que tudo isso nos traz mais conhecimento, conforto, prazer, porém em muitas vezes transforma o espírito que cada um de nós possui. Tudo isso junto muda nossa maneira de agir e encarar o mundo, as coisas, as pessoas, uma vez que encobre o "ser natural" que possuímos, transformando-nos em seres alienados, quase nada humanos. O pouco que nos resta é resgatar um passado que às vezes não ficou tão distante assim, mas que através do progresso nos parece lançados em um livro de estórias, que contaremos aos nossos filhos e netos.
Onde estão as brincadeiras mais simples? A gangorra, o balanço, a bola de gude, o parque de diversões (lembra-se da roda gigante?), o circo?
Onde ficou o arroz com feijão de nossa mãe? E os bolinhos de chuva da vovó? O respeito e temor aos professores?
Os domingos à tarde ainda têm o vendedor de algodão doce com sua buzina inigualável?
E no mês de junho? As festas juninas? Que saudades dos balões a preencherem o céu azul! Que saudades! Onde estão eles agora?
Em dezembro, então, que saudades daquela época em que nos preparávamos cedo para receber o papai-noel em nossas casas. Já havia, certamente, um movimento comercial em torno dessa festa, todavia, não era tão acentuada como nos dias atuais. Quem não se lembra - mesmo os adultos - do especial de natal da turma da Mônica. Eram mais de dez minutos e nos encantava de tal maneira que me lembro bem, como se fosse agora, eu nem piscava, tamanha emoção que eu sentia.
Onde foi parar tudo isso? Não sei? O progresso é tão importante assim, capaz de deletar dessas novas gerações as coisas mais puras e simples que muitos de nós pudemos vivenciar. Não sou mais criança, mas trago em mim, ainda, graças a deus, tudo aquilo que consegui conhecer, sentir, viver. Tenho saudades daquela época, ainda hoje, mesmo apesar das imensas tecnologias e transformações pelas quais o mundo passa, porque levo comigo a certeza de uma única coisa: a beleza do mundo, das coisas, de tudo que nos cerca está nas coisas mais simples e sinceras.
Um abraço a todos! E-mail: [email protected]
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 17/02/2011 hoje eu tenho 46 anos e eu ja perdi tempooo trabalhando mas agora estou no estados unidos e ja me aposentei aqui no estados unidos jas estou morando numa casa otimaa ja tenho netos e tenho 3 filhas e hoje eu percebi que é ruim focar sem os cuidados da mae da tia pois que perdi minha mae com 42 anos e minha tia esta morando no exterior da espanha entao minha familia esta bem separada Enviado por fermanda - [email protected]
Publicado em 21/05/2008 Marcos,realmente tudo o que vc falou é uma grande verdade...naquele tempo o mundo não estava desse jeito,com tanta violência...Tempos bons que infelizmente não voltam mais...gostaria também lhe dizer que eu adorei o seu comentário...um grande abraço e fk com Deus!!! Enviado por Rita de Cássia - [email protected]
Publicado em 30/03/2007 PEÇO DESCUPLAS PELO LAPSO OCORRIDO EM MINHA MENSAGEM ANTERIOR, POIS NÃO CITEI O BAIRRO ONDE ELA SE PASSOU. O BAIRRO QUE TRAGO EM MINHA MEMÓRIA, NO QUAL VIVI, DESDE MEU NASCIMENTO ATÉ MEUS 14 ANOS FOI VILA FORMOSA. TUDO O QUE RETRATEI FOI VIVIDO NESSE BAIRRO, E ATÉ HOJE, VINTE ANOS DEPOIS, QUANDO POR LÁ PASSO É COMO SE UM BOTÃO FOSSE ACIONADO EM MINHA MEMÓRIA, TRAZENDO-ME ÀQUELA ÉPOCA, QUE, COMO COMENTARAM MEUS COLEGAS, EXISTE SIM, PORÉM, APENAS EM NOSSA ALMA, EM NOSSAS MENTES.
OBRIGADO PELOS COMENTÁRIOS SINCEROS E UM ABRAÇO A TODOS! FIQUEM COM DEUS!
Enviado por ANTONIO MARCOS MURILLO - [email protected]
Publicado em 25/03/2007 DESCULPE-ME O LAPSO, POIS DEIXEI D E MENCIONAR O BAIRRO DO QUAL TRAGO TODAS ESSAS LEMBRANÇAS: É O BAIRRO DE VILA FORMOSA. OBRIGADO! FORTE ABRAÇO A TODOS! Enviado por ANTONIO MARCOS MURILLO - [email protected]
Publicado em 21/03/2007 Caro Murilo, essas boas coisas ainda existem, mas no nosso íntimo. E assim permanecerão até o fim dos nossos dias. Enviado por Luiz S.Saidenberg - [email protected]
Publicado em 21/03/2007 Antonio, sua pergunta é bastante fácil de ser respondida, Quer saber onde está tudo isso que você escreveu?
Está bem lá no fundo de nosso coração, embalando uma terna e significativa saudade....
Enviado por Miguel S. G. Chammas - [email protected]
Publicado em 20/03/2007 Realmente Antonio, isso tudo que você relatou, já não existe mais, a não ser, claro no irerior, mas muito no interiorzão....Gostei de sua historia, mas faltou citar o nome de seu Bairro Enviado por Mariza - [email protected]
Publicado em 20/03/2007 Que bairro Antonio Marcos? Você falou de tudo menos do bairro que norava... Enviado por Mario Lopomo - [email protected]
« Anterior 1 Próxima »