Leia as Histórias

Categoria - São Paulo da cultura, gastronomia, lazer e oportunidades Os Cinemas do Centro da Cidade Autor(a): Durval Amaro Queiroz - Conheça esse autor
História publicada em 16/11/2005
Começamos pela praça da sé Cine Santa Helena e Cinemundi, Cine Recreio, Cine Jóia (Praça João Mendes), Cine São Bento e Rosario (rua são bento) Cine Alhambra (Rua Direita) Cine Cairo (Rua Formosa) Cine Pedro II (vale do Anhangabaú depois mudou-se pra a rua dos Timbiras) Cine Bandeirantes (depois mudou para Cine Ouro) Cine Art Palacio, Cine Paissandu(todos no largo Paissandu) Cine Olido, Cine Ritz (depois Rivoli) Cine Broadway, Cine Metro, Cine Oasis, Cine Regina, Cine Eden, Cine Espacial e Cine Comodoro (Av.São João) Cine Maraba, Cine Ipiranga e Cine Windsor (Av.Ipiranga), Cine Copan (Edificio Copan) Cine Metropole (praça Dom José Gaspar) Cine Barão (rua barão de Itapetininga) Cine Jussara (rua dom josé de barros)Cine Monaco (depois premier) Cine Arizona, Cine Rio Branco, Cine Normandie (Av.Rio Branco), Cine Republica(praça da republica), Cine Marrocos (rua cons.crispiniano).


Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 01/04/2006 gostei de ver é a memoria dos paulistanos, ue se manifesta e que creio vai fazer renascer , a "cidade" dos " bons tempos", e assim a "alma" de São Paulo, mas faltaram alguns cinemas neste relatorio muito bom diga-se de passagem, eu me lembro por exemplo do Metro,Coral,Pigalle,Globo na praça Julio Mesquita,haviam também varios, mas que infelizmente não me recordo bem do nome, por exemplo na rua aurora entre São João e vieira de Carvalho haviam dois cinemas um de cada lado da rua, depois do outro lado , jaz na famosa "Boca", existiam pelo menos uns cinco cinemas diferentes, todos ja na época frequentados pelos fãs do porno, como o Aurea que tinha nos intervalos das " sessões" espetaculos de strip-tease, eu me lembro que ainda pequeno um dia resolvi contar os cinemas que ficavam no centro, na lista do jornal da tarde, e contei algo como mais de cinqüenta quasa sessenta cinemas no centro!!, havia depois me recordo bem em seguida a lista na mesma pagina dos cinema paulista/augusta/jardins; e depois ainda, os bairros! (zona sul, leste, oeste) enfim, abc,ao todo eram quase duzentos cinemas!, é mas pouca gente se lembra, a maioria destas salas se transformaram, em parking=$!! para os proprietarios, em igrejas evangélicas=$ para os proprietarios, ou em coisa nenhuma o que não é lucro para ninguém diga-se de passagem, resultando todo este "quadro" de situação na prova mais concreta da elitização absurda da cultura e da diversão na nossa querida cidade, porque agora é quase exclusivamente nesses malditos shoppings, espécies de horror arquitetonica que pelo jeito não incomoda ao gosto de nossos concidadões, é uma pena pois é toda uma cidade que sai perdendo, Enviado por caro durval - [email protected]
Publicado em 05/03/2006 em 1982 assistir num domingo aterrorizante no cine copan o filme Os caça-fantasmas, e no outro domingo no Comodoro a estréia de ET, tinha 10 anos e aquelas poltronas vermelhas eram o maximo Enviado por rogerio passos - [email protected]
Publicado em 14/02/2006 Meu caro Durval,
E o cine OPERA (rua Dom José de barros)???onde passava muitos filmes italianos (Silvana Mangano) e outras que "audaciosamente" mostravam de relance "seus seios" e o filme era "proibido para menores de 18 anos, sem falar do filme GILDA,onde a atriz Rita Hayworth, por uma Dança sensual e ameaçar fazer um "strip tease", começando a tirar suas longas luvas, chegou a ser proibido para menores de 21 anos. Ah...quanta ingenuidade....
Enviado por Flávio José da Rocha - [email protected]
Publicado em 10/01/2006 Olá Durval

O cinema não era do centro mas do Braz Cine Universo, nunca existiu nada igual até hoje, o seu teto abria, e o céu aparecia com suas estrela, nem as estrela existem mais.

Abraços Théophilo
Enviado por Théophilo - [email protected]
Publicado em 19/12/2005 Caro Durval o cine Boulevard ficava no final da Rua Antonio de Godoy, onde também existia uma leiteria onde a moçada freqüentava e na época a pedida era "frapê de Coco"...uma delícia. E como sou da década de 30 lembro perfeitamente das Sessões "ZIG-ZAG" do Cine Santa Helena: - iniciava ás 10 hs e terminava ao meio dia. Lembro ainda dos famosos seriados como Flash Gordon., O Bezouro Verde.

Dayse
Enviado por Dayse - [email protected]
Publicado em 07/12/2005 Caro Durval: faltou em sua boa relação o Cine Aurora, que ficava na própria, mas, em "zona nobre", nas imediações da Vieira de Carvalho.
Era tranqüilo e passava ótimos filmes.
Pelo que soube, hoje foi transformado em sala pornô, com sexo ao vivo e em cores...
Saudações. Luiz S.Saidenberg.
Enviado por Luiz Simões Saidenberg - [email protected]
Publicado em 29/11/2005 Caro Durval,

A sua história que não poderia deixar de citar o famoso Cine Metro, onde nos domingos pela manhã eram exibidos os festivais de desenhos animados, principalmente o Tom e Jerry, me fez lembrar a época da inauguração do Cine Leblon, na rua Vergueiro, no bairro do Paraíso. Durante o mês da inauguração os garotos abaixo de 12 anos (eu tinha 11), não pagavam ingressos, mas todos eram obrigados a usar gravata. Era engraçado um garoto de calças curtas usando uma gravata cuja ponta teimava em sair, ficando pendurada abaixo da barra da dita cuja calça curta.

Abraços

Carlos Ogasawara
Enviado por Carlos Ogasawara - [email protected]
Publicado em 19/10/2005 Caro Durval

Já lí todas as crônicas deste site e até agora ninguém lembrou do cine Boulevard, ficava na rua (esqueci o nome), que liga o Largo do Paissandu com o Largo Santa Efigênia

Saudações

Roberto Motta de Sillos - [email protected]
Enviado por Roberto - [email protected]