Leia as Histórias

Categoria - Nossos bairros, nossas vidas Mooca meu amor! Autor(a): Antônio G. de Paula - Conheça esse autor
História publicada em 13/03/2012
Campo dos Bois, Pascoal Moreira Futebol Clube, Vasco da Gama, Urano Futebol Clube, Piscina da Mooca, Visconde de Inhomerim, 17ª Delegacia (o guarda civil descia a rua para tomar a nossa bola), Cine Patriarca, Cine Imperial, ônibus amarelo da linha 27/28.

Avenida Paes de Barros (local ideal para a paquera), Rua Javari, Estádio Rodolfo Crespi, esfiha da Juventus, Pizzaria Paratodos, Bar do Elídio, Oliveira Futebol Clube (do Negio, Nino, Zido, Miani, Burrão, Burrinho, Agilio) Cozzi (ficava irradiando no alambrado da Javari, grande figura).

Parque da Mooca, Di Cunto, San Gennaro, Brasilux, Luisão, Zagalo, Tufi Duek (bem antes da Forum) Paulistinha, Belacosa, Miriam Batucada, Foto America, tinha também o Poladian.

Igreja São Rafael (com padre Rui), Lojas da empresa Cestas Amaral, Maternidade Santa Terezinha, o Vicentino do Urano (baixinho bom de bola), Zé Índio e o irmão Mauricio, a Escuderia Pepe Legal.

O Potchão jogava no gol e na linha, fazia bem os dois.

Cine Icaraí, Grupo Pandia Calogeras, Haroldo do Bairro Chinês e Oliveira Futebol Clube, Célio (ponta do Paulista) e Oliveira (craque).

Ia esquecendo-me do Cine Roma, do Itapura (matinês nas manhãs de domingo) e do Parque Shangai (o nosso Playcenter).

Hoje a memória começa falhar e esqueço nomes que fizeram parte da historia do meu bairro querido. Atualmente não respiro mais o ar da Mooca, mas o meu coração nunca saiu de lá.


E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 18/05/2012 sou de jundiai mas cresci na mooca passando fins de semana,na casa datia maria rua rui martins.saudades da mooca.abraços a todos. Enviado por maria antonieta capacla - [email protected]
Publicado em 14/03/2012 Flores de diferentes matizes, embelezando a lúcida memória do Antonio, nos traz um buquê de memoráveis segmentos saudosos da Moóca. Parabéns, de Paula.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 14/03/2012 Caro Antonio, nas suas lembranças você me vem com o cine Imperial...eita lembrança boa, era lá que eu encontrava com ela...hoje deve ser uma respeitável vovozinha...abraço, Beira Enviado por Jose Camargo Beira - [email protected]
Publicado em 13/03/2012 Amigo Antonio,não se esqueça de Lanzoninho,Poças
Buzzone,Zeola,Boquita,abraços.
Enviado por antonio pinto alves - [email protected]
Publicado em 13/03/2012 Não sou da Moóca Antonio, mas já é como se fosse, apesar de ter nascido no Bixiga (Tutti Buona Gente). Mudamos p/ esses lados há uns 9 anos e fizemos tão bons amigos no (Juva) que acabamos ficando e gostando muito. Abraço. Enviado por Wanda Tiezzi - [email protected]
« Anterior 1 Próxima »