Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares 01/02/1974 - Edifício Joelma Autor(a): Carlos Dias - Conheça esse autor
História publicada em 17/11/2006

No dia 01/02/1974, uma sexta feira, a manhã aparentava que iria ser bonita, e como fazia todos os dias, por volta das 07:20 horas, saí de casa e estava me dirigindo para o local do meu trabalho, um escritório que ficava na rua Genebra número 17, Bela Vista, aonde existe até hoje um prédio de apenas dois andares, que fica na esquina da rua Santo Amaro, eu era na época auxiliar de escritório. Depois de abrir as janelas e arrumar alguns papéis na minha mesa, resolvi descer até um barzinho que ficava debaixo da minha sala para tomar um cafezinho, como era meu costume. Conversando com algumas pessoas que estavam ali falávamos de coisas banais, quando entrou um rapaz ofegante e falou: Olhem pessoal, aquele prédio esta pegando fogo -, então olhamos e não vimos nada e ele dizia: - olhem bem, vejam o reflexo do prédio da avenida 9 de julho -. Sim, todos nós quatro ou cinco pessoas que estavam ali, vimos o início do que seria marcado como um dos piores dias de São Paulo, o incêndio do edifício Joelma. Retornei correndo para o escritório e quando cheguei vi pela janela que o lado que fica para a Praça das Bandeiras, já estava começando sair fumaça. As pessoas que passavam pelas ruas Genebra e Santo Amaro começaram a notar e parar para ver, e logo em seguida comecei a escutar as sirenes da polícia e dos bombeiros, logo em seguida chegou meu chefe na época o saudoso Mauro Costa que foi vereador e irmão do também falecido Pedro Geraldo Costa. Ficamos ali assistindo esta tragédia que acontecia, juntamente com outras pessoas que ali trabalhavam e que vinham até nosso escritório, para terem uma visão completa, já que a sala era o primeiro andar. Minha adrenalina corria a mil, minhas pernas bambeavam, minha boca ficava seca, eu estava vendo uma coisa que não era ficção e que nos meus 21 anos vi cenas feias como pessoas se jogando, era horror puro. Foi quando, algumas horas depois, apareceu um rapaz, com uma maquina fotográfica com aquela tele objetiva enorme, era um alemão e se identificou ao meu patrão, dizendo que era fotógrafo da revista Stern e se podia tirar algumas fotos, claro que houve o consentimento. Após algumas horas, chegando quase a hora do almoço, ninguém sentiu fome naquele dia, todos estávamos tensos, chocados e frustrados, por não podermos fazer nada para ajudar. Depois do incêndio, por volta das 16:00 horas, eu não olhava mais para o prédio, tudo estava acabado, apenas restava aquela imagem negra e fumaça saindo. Como ninguém conseguiu trabalhar naquele dia, fechei o escritório e fui para casa e me lembro que fiquei caminhando pelas ruas do centro e claro o que o assunto não poderia ser outro. Hoje, passados 34 anos deste fato, ainda observo as pessoas da minha idade, passarem perto do Joelma e olharem para cima e eu, não sei porque, também faço o mesmo. Leitor assíduo deste site, gostaria de estar descrevendo coisas bonitas e que fazem bem, mas na vida temos de conviver com o belo e o feio, e já que estamos sempre falando de Sampa, isto também faz parte de sua história.

Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 04/01/2009 Neste dia era "boy" de uma empresa e fui a Pça das Bandeiras pegar um onibus para Sto Amaro, e o incendio estava começando, assisti a tudo murmurando isto não está acontecendo é um filme de ficção, terror, lembro-me de um homem que se atirou lá de cima e gritou até bater no chão, e de outras cenas horrorosas, passei meses sem dormir, sem apetite para comer, enfim só quem viu pode avaliar está tragedia em nossa cidade... Enviado por Rene - [email protected]
Publicado em 02/12/2008 Gostei muito,acompanhamos pelos jornais,pois a tragédia abalou o Brsil.Minha família sempre foi moradora do Bixiga,Bela Vista e lá vivi por dois anos,quando criança.Após este incêndio,até hoje são realizadas reportagens e programas especiais. Enviado por AnaMaris F.ribeiro - [email protected]
Publicado em 01/12/2008 minha ma~e morreu neste incendio do joelma, eu era muito pequeno e não tenho nem uma foto da minha ma~e, como eu poderia comseguir? me ajude Enviado por justino nunes da silva - [email protected]
Publicado em 30/11/2008 Olá, Pessoal! Esta história do Joelma é tenebrosa e até têm salas abandonadas por causa de fantasmas.Eu sou Padre exorcista proponho-me a exorcizá-las. Aqui deixo os telefones: 061 3556 2035 e 99664464. Enviado por Padre Evangelista - [email protected]
Publicado em 27/11/2008 Nao tem uma vez em que eu nao passe pela praça das Bandeiras e observo a parede pela qual uma pessoa caiu! Enviado por mario sergio - [email protected]
Publicado em 20/11/2008 olá...adorei muito esses relatos e depoimentos de pessoas q viram ou que tiveram parentes que viram o acidente.....apesar de ter 14 anos desde de os meus 13 tenhu uma especie de trabalho muito interessante....e parece q houve uma pessoa q se suicidou depois q o edificio foi reformado...depois da tragédia....dizem q em 1982 ele se matou por influência de um mal espirito q o assombarava!! mas aonde eu li non constava seu nome e eu gostaria muito de saber...para ajudar nesse meu "trabalho".qualquer um que tiver novidades ou q souber de mais casos parecidos com esse podem entrar em contato comigu!

[email protected]

q as almas descansem em paz.
Enviado por morenah - [email protected]
Publicado em 12/11/2008 Também lamento muito por esse fato ! Eu tenho 13 anos sou estudante e nunca tinha ouvido falar nesse fato !
Hoje eu estava a assistir a tv quando vi esse trágico acontecimento, e vim pesquisar na interne... vi muitas cenas tragicas ! Ainda não consigo imaginar que isso aconteceu, por que sera que aconteceu ?!?!
Só peço a Deus para cuidar bem das pessoas que morreram no edificio Joelma !
Enviado por inkaSilva - [email protected]
Publicado em 11/11/2008 lamentavelmente, neste dia de hoje lembreime do tragico acidente deste Edificio. Na época tinha 23 anos de idade e trabalhava na Rua Boa Vista, e o pior de tudo e que tinha uma grande amiga que durante vários anos iamos e valtamos juntos para o trabalho, e nesse dia viemos juntos para o trabalho eu para o meu e ela para o seu derradeiro dia,cada um foi para um lado, eu estou aqui ainda, mas éla onde esta?????? saudades....... Enviado por Sergio Lima - [email protected]
Publicado em 06/11/2008 OI CARLOS NÃO SEI PORQUE RESOLVI LEMBRAR DESTAS TRISTE LEMBRANÇA DO EDIFICIL JOELMA , EU ERA PEQUENA NA ÉPOCA E LEMBRO DA MINHA MAE CHORANDO OUVINDO NO RADIO DE PILHA QUE ELA TINHA , ONTEM EU FOI NA LOCADORA VER SE TINHA ESSE FILME PRA ASSISTE VENHO MUITAS LEMBRANÇAS TRISTE NA MINHA CABEÇA OLHA EU PENAS ERA UMA CRIANCA E NAO SEI O POR QUE DESTA LEMBRANCA . BEIJO NO SEU CARAÇÃO . Enviado por TELMA MACEIÓ-AL - [email protected]
Publicado em 06/11/2008 sou sargento do cbmerj e realmente centimos profunda tristeza ao ver ouvir que coisas asim acontecem tinha 14 anos de idade quando vi pele tv as cenas bizaras ja tive a o portunidade de retirar pesoas na mesma situacao de um incendio dantesco pedindo e rezando ao noso deus para que tudo acaba se bem rezo pelas almas das pesoas faleseram no edificio joelma Enviado por william bismara da silva - [email protected]