Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares Pizzaria Paulino - Borba Gato Autor(a): Daniel Coutinho - Conheça esse autor
História publicada em 11/11/2011

Quem não se lembra da pizzaria mais charmosa da cidade? Principalmente os que moravam na Zona Sul?

Além de charmosa, as pizzas eram as melhores, embora existisse a concorrência do grupo Sérgio, a Pizzaria Paulino não tinha igual, era ponto de referencia, era um convite ao porre, com aqueles barris de cachaça no balcão que não pagávamos nada pelas "pingas"...

Av. Adolfo Pinheiro, Borba Gato, Pizzaria Paulino, Santo Amaro, São Paulo, aí sim, tempos bons, pizzas boas. Ficamos tristes com seu fechamento, creio que nos anos 90, mas ainda temos outra boa opção desde antigamente, digo, Mourisco Pizzaria, Av. João Dias ao lado do Colégio Friburgo.

Viva as pizzas, Viva a história. Viva São Paulo! Afinal, “tá na veia, tá no coração”.


E-mail: [email protected]

Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 23/02/2012 Monica, que é bom perpetua, nem que for na lembrança.
Abraço
Enviado por daniel coutinho - [email protected]
Publicado em 17/02/2012 Adorei ouvir essses elogios para a Pizzaria Paulino,realmente as melhores pizzas do mundo,eu vivi na Paulino,meu pai um homem maravilhoso era o dono....
Obrigado pela lembrança e pelos elogios,ainda temos mais 3 pizzarias mas meu pai faleceu e não comanda mais mas seu nome e qualidade continuam....
Enviado por Monica macedo - [email protected]
Publicado em 16/11/2011 Daniel, fica na Rua Antonio de Macedo Soares, 1770.
Bom apetite! Vá que você irá gostar. Preços bem em conta e se você gostar de uma "marvada" tem um barrilzinho onde você pode se servir a vontade e que entende diz que é muito boa.
Enviado por asciudeme joubert - [email protected]
Publicado em 16/11/2011 Daniel, desconheço o que aconteceu. Sei que o Paulino começou na av. Sto Amaro, era um "corredor" comprido, íamos lá quando crianças com nossos pais. E quem atendia era o próprio Paulino. Muito simpático. Quanto da Chácara Sto Antonio, fica na rua Américo Brasiliense, à direita de quem desce.Espero tê-lo ajudado.Abraço e bom apetite. Enviado por asciudeme joubert - [email protected]
Publicado em 14/11/2011 Muito unteressante seu registro sobre a Pizzaria Paulino e suas filiais pela cidade.Parabéns! Enviado por Ana Maris de Figueiredo Ribeiro - [email protected]
Publicado em 14/11/2011 ...e viva a Pizzaria Paulino. Daniel, tinha uma pizzaria Paulino,(já fechada) pertinho de onde moro. Moro no P. Continental, divisa com Osasco, onde o Paulino se localisava. É o mesmo? Parabéns pelo texto.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 13/11/2011 Sr.Coutinho, andiammo a manggiare una mezzo a mezzo? Aliche? E nadando no azeite....Grande abraço e parabéns por lembrar o pasto quase oficial da cidade. Bernardi. Enviado por Ernesto Bernardi - [email protected]
Publicado em 11/11/2011 Daniel! vc. está coberto de razão, só que a Pizzaria continua funcionando com a mesma qualidade e sabor, existe uma na chácara Sto.Antonio e outra em Campo Belo, só não te passo o endereço, pque. acho que é contra Regulamento do SPMF.Abraço Enviado por Luiz Boz - [email protected]
Publicado em 11/11/2011 O Paulino já teve uma rede razoável. Eu frequentava o da Cerro Corá, onde hoje funciona mais uma "igreja" evangélica. Eu adorava a pizza de brócolis deles, com muito bacon. Abriram ainda nos seus áureos tempos, uma loja aqui perto do meu trabalho, na Rua Afonso Brás, que logo fechou devido a um crime de morte lá acontecido, envolvendo dois funcionários. Em São Paulo encontra-se boas pizzarias por toda parte. O Paulino era uma delas. Enviado por Tony Silva - [email protected]
Publicado em 11/11/2011 Íamos muito na Paulino da Av.Rebouças onde ficamos conhecendo Hélio Ribeiro, freqentador assíduo ou então na Vieira de moraes. Foi sem dúvida um nome que merece ser lembrado. abs Enviado por mirça bludeni de pnho - [email protected]
« Anterior 1 2 Próxima »