Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares Minha vida, minha história, meu amor Autor(a): Antonio da Silva Oliveira - Conheça esse autor
História publicada em 17/10/2011
Sou paulistano, nascido no bairro da Lapa, morador dos bairros da Freguesia do Ó, Pirituba e Jaraguá. Já trabalhei nos bairros da Vila Anastácio, Vila Olímpia, Centro, Aricanduva, Santana, Água Branca e tantos outros, pois meu trabalho sempre foi nas ruas de São Paulo.

Hoje resido em outra cidade, mas continuo trabalhando na cidade que me criou, me ensinou, me preparou e me fez ter lembranças que carrego e carregarei por toda a minha vida.

Gostaria de aproveitar este espaço maravilhoso para externar todo o meu amor a essa maravilhosa cidade e compartilhar com tantos outros um grande momento de minha vida, de minha história.

Sou Corinthiano de coração e, na minha juventude, sempre gostei de frequentar estádios de futebol para assistir os jogos do meu clube.

Quando os jogos eram no Estádio do Morumbi, eu e meus amigos tínhamos uma deliciosa trajetória a seguir, pegávamos o trem na pequena estação da Vila Clarice e descíamos na grandiosa estação da Luz, íamos a pé até o Vale do Anhangabaú e lá pegávamos o saudoso ônibus da CMTC. Ali se formavam enormes filas de ônibus e torcedores, era cobrada uma tarifa especial e existia um trajeto único até o estádio.

Eram dias maravilhosos que passávamos juntos, na volta como já estávamos meio cansados, subíamos até a Praça Ramos de Azevedo e pegávamos o ônibus Vila Clarice. Às vezes, quando os jogos terminavam um pouco tarde, na volta já não tinha mais o nosso ônibus, então pegávamos o da linha Vila Mangalot, que rodava até as 24h e andávamos um pedaço a pé até nossas casas.

Tempos magníficos esses que passamos... E essas lembranças são ainda mais maravilhosas porque fazem parte de nossas vidas, são nossas histórias e nossos amores.


E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 03/11/2011 Muito bom sua historia Antonio, São Paulo é assim mesmo. cidade de todos os times e todos os torcedores, como Palmeirense, estive em muitos jogos no morumbi também, meu caminho era inverso ao seu, já que morava na Regiao da Vila das Belezas, eu andava a pé o Estádio pela Giovanni Gronchi, era muito divertido, por falar nisso,aquele jogo em que o Palmeiras venceu o Corintians por 2 a 1 de virada, jogo em que o Neto deu uma cusparada no José Ap., eu estava lá com meu amigo Corintiano Danny Jones. Enviado por daniel - [email protected]
Publicado em 18/10/2011 Recordações associadas ao seu trabalho e o laser do futebol, mencionando bairros pitorescos e agradáveis, Antonio. Parabéns e não esqueça, leia e comente as histórias de seus colegas.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]com
Publicado em 18/10/2011 Caro Antonio, meu pai tambem tinha o mesmo nome e era conrinthiano. Não sou corinthiano, mas tenho muitos amigos que são e são muito legais. Apesar de ter mais amigos palmeirenses e alguns tricolores, eu não acompanho futebol, mas gosto mais do Santos. Parabéns pelo teu relato, sincero e cheio de sentimento. Valeu!!! Enviado por Carlos Rocha - [email protected]
Publicado em 18/10/2011 Prezado Antonio: o seu Corithians com certeza merecia todo esse sacrifício.
Belas lembranças.
Enviado por heitor - [email protected]
Publicado em 17/10/2011 Antonio, também nasci e morei na Freguesia até meus 34 anos saí de lá em 1977 e fui morar em Campos do Jordão, mas como minha irmã, meu cunhado, primos tias e tios e sobrinhos ficaram em São Paulo eu estive e estou sempre muito ligado a nossa querida Capital como também a minha querida Freguesia. Tanto é assim que no próximo dia 21 a noite nós companheiros escritores aqui do Site estaremos, reunidos na famosa Pizzaria do Bruno no Largo da Matris de Nossa Sra. do Ó,para o nosso já famoso encontro com as Redondas, para o qual você também jé é bem vindo, para reforçar o nosso time de Corintianos, pois nossos encontros vive cheio de Palmeirenses, Parabéns pela narrativa, por ser da Freguesia e Corintiano. Enviado por Arthur Miranda - [email protected]
« Anterior 1 Próxima »