Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias São Paulo, minha querida São Paulo Autor(a): Alberico Bergamin da Silva - Conheça esse autor
História publicada em 09/09/2011
Nasci no bairro de Perdizes, na Rua Caiuby, número ll63, rua de terra que se transformava em um terrível lamaçal quando a chuva aparecia por lá.

Com o desenvolvimento do bairro (e da cidade) aos poucos as ruas foram pavimentadas. Estudei no Externato Santa Rosa de Lima, no Miss Browne, no Henrique Dias, no Liceu Tiradentes e conclui no Mauá.

Comecei a trabalhar muito cedo, como Office boy no centro da cidade, na esquina da Avenida Ipiranga com a Avenida Rio Branco. Utilizava todos os meios de transporte que a cidade oferecia, ônibus e bondes.

Que saudades tenho dos bondes, muito úteis quando eu precisava economizar nas passagens, já que era mais barato pegar o bonde do que o ônibus. Saia de casa subia toda a Rua Caiuby, até a Rua Cardoso de Almeida para pegar o bonde Santa Ifigênia, tinha a linha da Pompéia que fazia final na Igreja da Pompéia, tinha o Lapa, o Jabaquara que fazia o caminho onde hoje fica a Avenida Ibirapuera e era o meu preferido pois passava por lugares onde era possível ver criações ao lado da linha, Santo Amaro que delicia.

Minha São Paulo, que estremece ao despertar de um sono que nunca tem, e nunca terá. Minha São Paulo tem muita pressa e se espalha com muita rapidez, minha São Paulo abraça a todos sem olhar cor, religião, condição social ou física. Minha São Paulo esta sempre a altura de todos e de braços abertos. Essa é a minha São Paulo que muito amo.



E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 15/09/2011 verdadeira historia da cidade de sao paulo Enviado por giovanna - [email protected]
Publicado em 12/09/2011 Caprichada declaração de amor pela cidade dos bandairantes, Alberico, que é sua, minha e de todos que nela vivem, trabalham, estudam e visitam. Sua homenagem é um canto de alegria e agradecimento sincero de um amor puro e feliz pelo bem recebido. Parabéns, Bergamin.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 12/09/2011 Acrescento, não esquesa de comentar as dos colegas também. Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 10/09/2011 É isso ai Alberico, que saudade daqueles tempos, principalmente no LIceu.
Um abraço.
Roberto
Enviado por Roberto Bacco - [email protected]
Publicado em 10/09/2011 É isso ai Alberico, que saudade daqueles tempos, principalmente no LIceu.
Um abraço.
Roberto
Enviado por Roberto Bacco - [email protected]
Publicado em 09/09/2011 Albérico, também acho tudo isso de São Paulo também como Office-boy e morador na Freguesia do Ó peguei muito os bondes Lapa e Pompeia passando aí pelas Perdizes, Gostosa sua narrativa pena que foi muito rápida, mande mais por favor. E aproveite para ler histórias de outros escritores e postar também seus comentários. Enviado por Arthur Miranda - [email protected]
« Anterior 1 Próxima »