Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Bairro Vila Ré Autor(a): Deucilene dos Santos - Conheça esse autor
História publicada em 04/08/2011
Nasci no Bairro Guilhermina, mas quando eu tinha um ano de idade meu pai comprou um terreno na Rua da República, hoje chamada Rua Benedito Otoni.

Moro lá há 40 anos. Estudei na Escola Adalgisa Moreira Pires, na época dos professores primários Dona Leonor, Maria Antunes, Keiko; e na época do ginásio os professores Maria Inácia, Edna, Georgina, Dagmar, Leda, o estranho Durval (prof°. de educação para o trabalho) e a profª. Elizabete (matéria educação moral e cívica). Acho que ela deveria voltar para lecionar um pouco de noção de cidadania e educação para esses jovens!

Adorava os retalhos de bolo da Seven Boys... Quem nunca comeu os bolos que sobravam no caminhão?
Quando casei morei em Artur Alvim, na Coahab, mas voltei depois de um ano e três meses para a pacata Vila-Ré.


E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 13/03/2012 Oi Deucilene, muito bacana sua historia, a Vila é um lugar muito bom de se morar mesmo.
Você por acaso se recorda do sobrenome do professor Durval, queria ver se acho no face ou orkut para contato.
Enviado por Aline P Macedo - [email protected]
Publicado em 19/01/2012 cHEGAMOS NA VILA RE EM 20 SETEMBRO DE 1950 E OCUPAMOS DA QUARTA CASA DO BAIRRO AONDE AINDA RESIDO AGORA QUE ESTOU COM 66 ANOS. jOGUEI FUTEBOL PELA DEMOCRATA E CRUZ DE MALTA TIMES FORTES NA ZONA LESTE NAQUELA EPOCA. HOJE TENHO UMA CORRETORA DE SEGUROS NA rUA NHATUMANE 811 NOSSA SEDE PROPRIA. fUI E SOU FELIZ AQUI NA VILA RE. DEVITTE Enviado por JOAO DEVITTE FERREIRA - [email protected]
Publicado em 09/08/2011 Recordações sinceras da Vila Ré. Parabéns, Deucilene, pelo texto.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 09/08/2011 Num domingo qualquer, que também não lembro o ano, estive na Vila Ré. Tinha lá um musico bom de bandolin. A esposa dele passava o dia todo cozinhando, fazendo salgadinhos, e a todo momento chegava alguém pra tocar chorinho. Desculpem, mas não recordo o nome do musico, um dia apareceu por lá o "Caçuçinha" com sua sanfona, e foi uma festa pra todos que lá estiveram. Musica, divina música... Enviado por JCOliveira - [email protected]
Publicado em 04/08/2011 DEICILENE, LEGAL NOS ERAMOS VIZINHOS NASCI E VIVI LONGOS E LONGOS ANOS NA PENHA,HOJE ESTOU NO SUL, MAS A Z.LESTE É O MEU CORAÇÃO, LEGAL LEMBRAR DA "SEVEN-BOYS" ÉRA NA VILA RÉ ,MAS PARECE QUE FOI VENDIDA NÃO SEI, SERÁ ? PERAMBULEI MUITO PELA VILA RÉ E REGIÕES ABRAÇOS RUBÃO Enviado por RUBENS ROSA - [email protected]
Publicado em 04/08/2011 Deucilene, nunca morei em Vila Ré mas tinha um grande amigo que alí morava. Seu nome? Nicola Mastropietro. Seu endereço? Av.Itinguçu, 1033.Por onde anda? Não sei, nem sei mesmo se continua vivo, mas gostaria muito de saber. Enviado por Miguel S. G. Chammas - [email protected]
Publicado em 04/08/2011 Bela Narrativa Deucilene,eu tambem me fartei com aqueles deliciosos retalhos de bolos da Seven Boys(Panco)áqueles pacotes com bolachas e biscoitos quebrados me lembro como era pequenina aquela fabrica,hoje ocupa varios quarteirões.Me lembro da pequena porta onde uma japonesa de nome Rosa nos atendia,bons tempos abraços,Oswaldo. Enviado por Oswaldo luiz Baptista de Campos - [email protected]
« Anterior 1 Próxima »