Leia as Histórias

Categoria - São Paulo da cultura, gastronomia, lazer e oportunidades Minha formatura Autor(a): Dalva - Conheça esse autor
História publicada em 27/10/2010
Sempre sonhei com a minha formatura. Quando estava na sétima série, ficava imaginando-me como as alunas da oitava série. As alunas da oitava série passavam em todas as classes pedindo donativos; vendiam rifas; faziam bazar... Tudo para arrecadar dinheiro para a festa de formatura, para a colação de grau, baile e tudo o que tinham direito.

Mas, por vários motivos, só consegui fazer minha formatura no 3º colegial. Então, logo que a professora falou sobre a formatura, me interessei em saber de tudo; cada detalhe da minha formatura enchia meu peito de alegria.

Comecei pagando o pequeno carnê do salão, do baile e dos convites. Estava encantada... Ficava só a imaginar meu vestido da festa... E a beca para a colação de grau, então... Sentia-me nas nuvens só de imaginar!

Um dia, chegando à escola, meus colegas de classe avisaram que lá havia um fotógrafo e era para eu ir até a sala de aula tirar uma foto para a formatura. Quando entrei na sala, o fotógrafo me ajeitou e tirou uma foto de meu rosto.

E, assim, os meses se passaram e a professora que coordenava a formatura disse que teve um problema na confecção dos convites, o que fez com que esses só fossem entregues uns três dias antes da formatura.

Fui toda entusiasmada olhar meu convite. Quase desmaiei quando vi o erro gravíssimo: meu nome, Dalva Maria, com o restante do sobrenome de um outro aluno. Comentei com uma aluna, Valéria, sobre minha tristeza e indignação com o erro e ela disse: “Você não vai pedir para refazerem todos os convites por causa do seu nome, né?”. Os convites já tinham sido entregues bem após a data oficial e ainda teriam que refazê-los por conta de um erro no meu convite?! Não daria tempo até a colação...

No dia da formatura, implorei para que a professora lesse meu nome correto, pois a mesma tinha me dito que havia copiado meu nome completo do livro de chamada; fui conferir a lista... A professora havia copiado meu nome errado!

O pior que tinha uma Soraya Youssef Mohamed, um nome tão difícil, que saiu correto. Quando chegou meu álbum da formatura, fiquei tão contente! Porém, ao abri-lo, a primeira foto com a qual me deparei foi aquela tirada no dia em que cheguei atrasada na sala, com o fotógrafo me esperando. Eu estava toda suada, com meu cabelo todo desajeitado; e a parte entre a boca e o nariz estava cheia de bolinhas de suor na fotografia! Não acreditei!

E-mail: [email protected]
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 28/10/2010 Percalsos e problemas de uma formatura. Tudo passa e fica retido em sua memória as peculiaridades inerentes a situação. Parabéns, Dalva.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 28/10/2010 Nunca me formei em nada, mas fui em todas as formaturas dos meus filhos. Enviado por Mário Lopomo - mlopomo[email protected]
« Anterior 1 Próxima »