Leia as Histórias

Categoria - Nossos bairros, nossas vidas 30 anos! Autor(a): Francisco Lemmi Filho - Conheça esse autor
História publicada em 24/06/2009

Durante o ano de 1979, vivi um grande amor no bairro de Santana. Por motivos que fogem ao objetivo deste site, não vou mencionar os motivos que levaram este relacionamento a não sobreviver.

Por outro lado, o meu apego por Santana cada vez mais cresceu. A ponto de que, invariavelmente, faço uso do comércio da região. Aqueles pedaços da Estação Metrô Santana, aquela ruazinha que nos leva à esquina da Voluntários da Pátria, depois tem a Dr. Cesar, mais acima a Alfredo Pujol, e, seguindo a Dr. Cesar, bem adiante chegamos nas esquinas da mesma com a Carlos Escobar.

Acho que o grande afeto que sentia por ela passei a sentir pela região, eis que lá estando, cada canto parece-me tal qual 1979. Independente de tudo, o fato é que Santana já era naquela época um bairro com todos melhoramentos.

e-mail do autor: [email protected]

Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 25/06/2009 É Santana, a nossa querida Santana dos anos 50-60-70 dos cines Hollywood e Vogue, dos colégios importantes da Zona Norte.Não há como não se apaixonar. Abraços, Marco Antonio (Marcolino) Enviado por Marco Antonio (Marcolino) - [email protected]
Publicado em 24/06/2009 Conheci tres moças de nome Salete, as tres de Santana, acho que no bairro gostam do nome. Meu irmão se estabeleceu no bairro na década de 70, primeiro na Voluntários e depois na Dr.Cesar. É um bairro de gente muito boa. Mirça Enviado por mirça bludeni de pinho - [email protected]
Publicado em 24/06/2009 Francisco.Que a Oração a Santa Ana, Mãe de Maria Santíssima o faça esquecer esse amor doido e antigo.
Oh, tu que não és bendita entre todas as mulheres,
Mas que geraste aquela que é;
Tu que és, plenamente, uma de nós, irmã de nossas misérias e partícipe de nossas humilhações,
Estéril, cujo nome nos chega, entre as brumas da lenda,
Tu que alcançaste aquela que alcançou graça diante de Deus,
Fonte da fonte e mãe da Mãe que nos foi dada,
Roga por nós e pelos pobres frutos de nossos ventres,
Doces e amargos frutos que, como tu, queremos dar a Deus.
Tu que guiaste a que foi guia do Caminho,
Indica-nos a via.
Tu que ensinaste a que foi mestra daquele que é a Verdade,
Ensina-nos a ensiná-los.
Tu que deste à luz a Mãe da Vida,
Mostra-nos como gerá-los para a vida eterna.

Amem
Enviado por Rubens Ramon Romero - [email protected]
Publicado em 24/06/2009 é mesmo uma história de amor pena que não deu certo mais o amor pelo bairro permanece, meu amor é por itaquera foi la que vivi um amor intenso tive duas filhas lindas hoje com 15 e 13 anos.hoje só me restam as beldades (filhas) mas nada é impossivel vivo um outro grande amor e estou esperando uma terceira beldade. a 3 filha. Enviado por rbg - [email protected]
Publicado em 24/06/2009 Tenho um velho amigo que mora na Dr. Zuquim, as vezes vou visita-lo. Santana sempre foi um bairro bem servido, e um dos pioneiros a possuir linha de Onibus Eletricos como tambem os velhos Bondes. Enviado por Arthur Miranda - [email protected]
Publicado em 24/06/2009 Lemmi, deve ter sido uma paixão arrebatadora, pois, não esuqeces um pouco do bairro em que tudo começou. Quem sabe um dia... Abraços.
Pedro Nastri
Enviado por Pedro Nastri - [email protected]
Publicado em 24/06/2009 Minha avó tinha uma casa na rua Alfredo Pujol. Lembro de ir com ela receber o aluguel . Havia uma árvore de pitangas no quintal e enquanto os adultos conversavam, comi pitangas até passar mal. Enviado por lygia - [email protected]
Publicado em 24/06/2009 Sr.Lemmi Filho, andando por SP corremos o risco de nos apaixonar por bairros sossegados como cidadezinhas interioranas, outros agitados e também os históricos. Tem rincões para todos os gostos e a grande cidade vai conquistando mais adeptos. Parabéns. Bernardi. Enviado por Ernesto Bernardi - [email protected]
Publicado em 24/06/2009 Lemi. Ainda bem que você não se enamorou pela agua fria. Enviado por Mario Lopomo - [email protected]
« Anterior 1 Próxima »