Leia as Histórias

Categoria - Personagens Bar do Seu Pépe (Brooklin) Autor(a): Alexandre Augusto de Camargo Lima - Conheça esse autor
História publicada em 25/05/2009
Nasci e fui criado em São Paulo até os sete anos de idade, especificamente no bairro do Brooklin, onde tinha como residência os edifícios Costa Brava e Cotê d'Azur, bem em frente à praça Gentil Falcão.

Estudei o maternal no Patoxó, e depois passei para o Colégio Meninópolis, o qual, soube ainda há pouco, encerrou suas atividades, o que me causou muita tristeza, pois foi uma época fantástica em minha vida e parece que, ao saber do encerramento das atividades da escola, essa época morre um pouquinho com ela.

Mas vamos falar de uma lembrança também muito boa. Bem em frente à praça Gentil Falcão tinha um bar, um desses botequins de bairro, cujo nome era Bar do Pepe, um senhor sempre gentil e risonho. Tenho em minhas lembranças ele girando o baleiro e dizendo: pára na bala que você quer, moleque. Meu pai tomava umas lá e sempre me levava com ele... ou quase sempre...

Seu Pepe, com certeza, já não deve mais estar entre nós, mas imagino ele girando o seu baleiro mágico no céu e dizendo para os anjos: escolhe a sua bala, moleque!!!

e-mail do autor: [email protected] E-mail: [email protected]
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 28/05/2009 Você é um cara sortudo. Brooklin, Costa Brava, Cotê d'Azur, maternal no Patoxó, Colégio Meninópolis é coisa de gente rica. Enviado por Onedin - [email protected]
Publicado em 28/05/2009 Camargo,como eu disse em um de meus textos: são pequenas as coisas que mais marcam. Com tanta ooisa acontecendo ao seu redor, naqueles tempos maravilhosos da sua infancia, o que mais marcou foi o Seu Pepe e o seu baleiro maravilhoso.E como ébom ter um baleiro a girar, adoçando as nossas lembranças!Abração, Natale. Enviado por Wilson Natale - [email protected]
Publicado em 26/05/2009 As indeléveis marcas de nossa infância não se apagam. São como as pegadas pré-históricas.
Abraço, Ivette
Enviado por Ivette Gomes Moreira - [email protected]
Publicado em 26/05/2009 Partícualas minúsculas de um objeto precioso que se chama "recordação". Isso é tudo, o resto é... resto. Parabéns, Camargo.
laruccia
Enviado por Modesto Laruccia - [email protected]
Publicado em 26/05/2009 Foco o rodar do baleiro... Escolhe sua bala, moleque!!! E assim é a vida... roda o baleiro e para na vida que você quiser: Escolhe sua vida, rapaz!!!. Que bela lembrança. Parabéns! Enviado por PAULO FÁBIO ROBERTO - [email protected]
Publicado em 26/05/2009 Legal, Alexandre. Abraços brooklinianos. Pena, não conheci o Bar do Pepe.
Aos domingos, atualmente, há aulas de tango na Pça. Gentil Falcão. É bem interessante, e meio bairro participa.
Enviado por Luiz Simões - [email protected]
Publicado em 25/05/2009 Bonita lembrança. Enviado por Lygia - [email protected]
Publicado em 25/05/2009 ALEXANDRE, E MARAVILHOSO LEMBRAR DO BAR DA NOSSA MOCIDADE. ( LEIA O MEU SITE O BAR DO BIGODE) Enviado por joao claudio capasso - [email protected]
Publicado em 25/05/2009 ALEXANDRE, E MARAVILHOSO LEMBRAR DO BAR DA NOSSA MOCIDADE. ( LEIA O MEU SITE O BAR DO BIGODE) Enviado por joao claudio capasso - [email protected]
Publicado em 25/05/2009 ALEXANDRE, E MARAVILHOSO LEMBRAR DO BAR DA NOSSA MOCIDADE. ( LEIA O MEU SITE O BAR DO BIGODE) Enviado por joao claudio capasso - [email protected]
« Anterior 1 2 Próxima »