Leia as Histórias

Categoria - Personagens Dois “número Um” Autor(a): Francisco Lemmi Filho - Conheça esse autor
História publicada em 29/12/2014
Encaminho esta nova mensagem que diz respeito a dois irmãos que jogavam na várzea do Caxingui.
 
São eles, João Pregueiro e José Luiz, ambos excelentes goleiros.
 
Pessoas muito boas, São Paulinos, do estilo daqueles goleiros de outrora que faziam bonitas pontes.
 
Joguei com eles no Nacional do Caxingui até 1976, quando me casei. Mudei de bairro e nunca mais os vi.
 
Posteriormente, em 1988, quando fui morar em Taboão da Serra, por acaso encontrei com o mais velho, o João Pregueiro que trabalhava numa gráfica.
 
Morei em Taboão por poucos anos e depois não tive noticias do João, a não ser que, infelizmente ele viera a falecer.
 
Quanto ao José Luiz, o mais novo, infelizmente, este foi para o céu mais cedo ainda, acho que não chegou aos quarenta.
 
Nesta época de festa, ambos me vieram à lembrança, já que durante muitos anos de convívio criamos uma sólida amizade.
 
Os dois se foram cedo demais, principalmente José Luiz, que vi pela última vez dentro do estádio do Morumbi.
 
João e Zé Luiz: estejam com Deus. Foi bom ser amigos de vocês.
 
E-mail: francisco.lemmifilho@yahoo.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 08/01/2015

Linda homenagem aos seus amigos queridos. Bom ano novo.

Enviado por Julia Poggetti Fernandes Gil - gibajuba@yahoo.com.br
Publicado em 06/01/2015

Cativante homenagem de pessoas que, aparentemente, passaram pela vida despercebidamente porém, nem TANTO POIS, SEMPRE HAVERÁ ALGUÉM QUE NUNCA IRÁ ESQUECE-LAS. Parabéns, Lemmi.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 05/01/2015

Muito gratificante poder prestar homenagem aos amigos que se foram...

Eles devem estar felizes e já devem terem gritado bem alto lá do céu "TAMBÉM FOI MUITO BOM TER SIDO SEU AMIGO!!!

Enviado por Walquiria - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 03/01/2015

Francisco, bonita homenagem póstuma aos dois amigos que prematuramente deixaram este mundo, parabéns pelo seu texto.

Enviado por Nelinho - lt.ltesser@hotmail.com
Publicado em 31/12/2014

Meu querido Xico, em primeiro lugar, gostaria de registrar a satisfação imensa ao lhe reencontrar por aqui. Você fez muita falta durante essa longa ausência. Não desapareça mais, por favor. Quanto ao seu relato não acho nada fácil sentir a perda de boas amizades. Um dos meus maiores problemas é o distanciamento afetivo. Como doi. Parabéns pelo texto. Tenha um excelente ano e receba o meu saudoso abraço.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 29/12/2014

Ôôô Chico Caxingui! Por onde você andou? A gente sente falta de seus textos, principalmente quando fala de nosso pedaço, Caxingui, Previdência... Está ainda em Jaboticabal? Continuas sãopaulino doente?... Escreva mais, coragem meu amigo.

Abraço do Ignacio

Enviado por Joaquim Ignácio de Souza Netto - joaquim.ignacio@bol.com.br
Publicado em 29/12/2014

Francisco, eu também joguei em dois times com dois tremendos goleiros, que eram irmãos. O Miro e o Vandão. Pegar bem era genético neles.

Enviado por Marcos Aurélio Loureiro - marcoslur_ti@yahoo.com.br
« Anterior 1 Próxima »