Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Em algum lugar do passado Autor(a): Francisco Lemmi Filho - Conheça esse autor
História publicada em 11/03/2015
Muito sutil... quase desapercebida...
 
Em comum, existe a reflexão, a profundidade, a aproximação de Deus e a reverência à mulher amada.
 
Estou falando das músicas da trilha sonora do filme "Em algum lugar do passado" (Somewhere Time). Com a música tocada ao piano "Murmurie" de Richard Claiderman. 
 
As melodias são parecidíssimas, o que faz muitas pessoas pensar que se trata da mesma música...
 
Em comum, elas nos levam à reflexão num lugar onde o silêncio é absoluto. Músicas ideais para você se reconstruir, se emocionar, se repor, tirar conclusões que lhe permitirão sentir Deus presente.
 
O filme que citei acima é uma mensagem Kardecista, a qual deve ser respeitada mesmo por aqueles que seguem outra filosofia de vida.
 
Eu, particularmente, sou crente no conteúdo do mesmo, e dentro desta crença, tenho esperanças a serem realizadas neste ou em outro plano mais elevado.
 
Já a música Murmurie, é mais melodiosa e menos triste, porém, não menos agradável de ouvir. 
 
Para uma pessoa de origem romântica, eu aconselharia ouvir tais músicas e deixar-se levar pelas ondas emocionais que elas trazem.
 
São momentos inesquecíveis na vida de um paulistano...
 
E-mail: francisco.lemmifilho@yahoo.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 20/03/2015

Olá Francisco:

Obrigado pela dica e parabéns pela filosófica narrativa.

Abraços,

Enviado por André Luiz Penteado - andreluizpenteado@gmail.com
Publicado em 18/03/2015

Todos temos algum lugar, em algum lugar do passado.

Enviado por Marcos Aurélio Loureiro - marcoslur_ti@yahoo.com.br
Publicado em 17/03/2015

Eu gosto muito da musica "Ronda"

Enviado por TANGERYNUS - tangerynus@gmail.com
Publicado em 13/03/2015

Esse filme nos envia uma mensagem que temos o dever de meditar, pois seu conteudo chega muito perto da realidade,pois o lado espiritual é o resultado da passagem do homem para o alem,só não condiz com com a perseguição no outro lado, quando tudo acontece (após o tiro) a vitima cai em uma situação que se desliga da realidade por algum tempo,sendo que quando "acorda "tem o conforto de seus entes queridos, desde que tenha esse merecimento,Parabens pelo texto muito bom ! Marquezin

Enviado por João Marquezin - joaomarquezin@yahoo.com.br
Publicado em 12/03/2015

Francisco, já ouví as duas músicas citadas em seu relato, realmente são maravilhosas, assistí também ao filme e me impressionei com a mensagem que ele transmitiu, parabéns pelo texto.

Enviado por Nelinho - lt.ltesser@hotmail.com
Publicado em 12/03/2015

Parabéns e linda sua estória...

Enviado por verinha - veranadal@yahoo.com.br
Publicado em 12/03/2015

Obrigada pela dica, Francisco. Sempre é bom compartilhar conhecimentos sentimentos que nos engrandecem. Um abraço.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 12/03/2015

Francisco, gostei de sua narrativa porém, não sei se não captei o teor da mensagem, vc fala da música de Richard Claiderman, "Murmurie", louvando a beleza da melodia e logo em seguida, vc diz: "... pensar que se trata da mesma música". Ela, a música do filme de Claiderman, é parecida com qual? vc menciona SÓ uma musica, qual é a outra que é parecida com a de Clairdman?

No final vc diz: "Já a música Murmurie, é mais melodiosa..." mencionado só tem UMA música, "Murmurie", a outra, qual é?

O texto merece um reparo, não é Lemmi? Parabéns.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
« Anterior 1 Próxima »