Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Revolta Autor(a): Modesto Laruccia - Conheça esse autor
História publicada em 15/07/2014
Eu, (in)felizmente sou testemunha viva da Copa de 1950, onde o sacrificado foi o pobre Barbosa - paulista, é claro, falecido à pouco tempo atrás. E agora, 2014, desta que foi a maior hecatombe de todas as copas. Culpo os jornalistas por não terem alertado seus leitores a respeito daquela Copa. Em 1950 eu tinha 18 anos e lembro muito bem, a “cariocada” demonstração de ferrenho bairrismo em sediar aquela Copa. O Maracanã semi-acabado, engolindo uma verdadeira fortuna do governo federal, serviu de sede. Enquanto nós, aqui em São Paulo tínhamos, e temos, um dos melhores e mais bem construídos e seguros estádios do Brasil, o Pacaembu.
 
O Rio só tinha o “campinho” do Vasco, portanto nós, com uma seleção de craques, podíamos muito bem sediar a Copa de 1950. “Mas não, não vamos dar esse gostinho aos paulistas” e com a seleção baseada no time do Vasco, com seu técnico, Flávio Costa, deu no que deu. Desta vez, não foi muito diferente, sediaram a Taça das Confederações. Jogaram mais uma vez pro lixo, essa Copa de 2014 e, não contentes, vão sediar as olimpíadas de 2016. Isso tudo debaixo dos olhos de vocês, jornalistas que nada fazem, a fim de colocar São Paulo no seu devido lugar.
 
Por que devemos sempre ficar na “rabeira”, nutrindo-nos das migalhas de cidade que vivem das benesses federais, com resultados negativos e alardeando pomposas galopadas sem sair do lugar? Já demos largas demonstrações de capacidade e “desportividades”, em todos os segmentos de destaque mostrando, sempre nosso poder de sediar tudo.
 
São Paulo é grande demais pra “esfriar” o fogoso ego dos mal nutridos em capacidade. Por isso não devemos baixar o nível de nossa postura em aceitar o que nos é imposto, pelo simples fato de, aparentemente, pensarmos somente em trabalho.
 
De 1950 até hoje, se passaram 64 anos, o suficiente pra que os “novos” titulares dos segmentos esportivos se esquecessem de que, além de São Paulo, muitas cidades cresceram pra terem alguma chance em sediar alguma coisa e não ficar somente tomando sol em Leblon e Copacabana, como as ensebadas novelas. Gratos.
 
E-mail: modesto.laruccia@hotmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 23/07/2014

Modesto, e os estádios aí estão, semi-desertos pois não temos público e o povo nem tem grana para ir ao futebol toda a semana, acabou a copa, vamos assistir o campeonato brasileiro com a mediocridade que atualmente campeia em nossos clubes, parabéns pelo texto.

Enviado por Nelinho - lt.ltesser@hotmail.com
Publicado em 22/07/2014

Ja fiz um texto quase nos mesmos termos do seu e assino em baixo. Foi uma copa com apenas 13 selecoes devido a desistencia de alguns paises que com o termino da segunda guerra mundial e longas e custosas viagens de navio deixaram de comparecer.E quem se saiu bem foi o Uruguai que so pegou a Bolivia (8x0) e passou para a proxima fase.O Brasil so jogou uma vez no Pacaembu 2x2. os outros jogos foram todos no Maracana . Eu como voce somos testemunhas vivas dessa derrota nem tao humilhante julgando com os dias de hoje pois perdemos de 2x1 e de virada , seriamos campeoes com qualquer empate . 1950 comparando com essa desonrosa e humilhante derrota contra os alemaes seguida dos 3x0 da Holanda e fixinha em termos desse vergonhoso vexame que nos colocou dentro desse fracasso historico. Que maracanazo que nada. Ainda bem que ja estamos no fim da nossa vida e nao teremos que carregar essa cruz por tanto tempo , como essas geracoes de jovens que terao que conviver com elas . Eu me emocionava ao ouvir o Hino Nacional cantado a Capela , os atletas tambem , mas isso nao ganha jogo e ficou provado pois eles vacilaram desde o jogo de abertura e foi uma pena que eles nao perderam na primeira fase ou eliminados nas oitavas porque assim teriamos ganho em menos humilhacoes e a coisa estaria bem melhor hoje. Agora uma pergunta aos amigos ? porque sera que o Felipao nao escalou o Fred? porque sera em ? Talvez ele fosse a nossa salvacao nao e ??? em uma situacao normal eu acrecentaria rs rs rs .Mas nao desta vez minhas lagrimas nao deixam . Abracos my brother Modesto e desculpe eu me alongar nessa sua R E V O L T A , eu so quis assinar em baixo. Felix

Enviado por João Felix - jfvilanova@gmail.com
Publicado em 21/07/2014

Modesto:

Assisti há alguns (?) anos um show do Sargentelli e Suas mulatas....

O referido era muito versátil e contagiava a plateia apresentando, naquela época, suas mulatas, bailarinas bonitas, com gingado provocante ....E num determinado momento, enquanto uma deles sambava requebrando ao seu redor; ele no maior cinismo, se expressava no seu sotaque "carioquês":

----Olhem que maravilha, apontando a mulata, ....o português inventou....paulista financia......e carioca come!!!!!....

Enviado por Luiz C. Peron - luizcperon@bol.com.br
Publicado em 21/07/2014

Quero agradecer a todos os meus amigos, pelos comentários,(apesar de não conhece-los a todos, pessoalmente, tomo a liberdade de considera-los, pela extremada gentileza)porém, gostaria de mandar ao meu prezado amigo e irmão Tutu, pra lembrar-lhe que nunca a Bahia foi lembrada, muito menos o nosso litoral (paulista) norte, com belíssimas praias, também o litoral norte do pais, com maravilhosos recantos marítimos. O Brasil é muito belo e exótico, pra ser só só Ipanema e Copacabana.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 16/07/2014

Quem viveu os dois infortúnios futebolísticos das Copas no Brasil, o que foi mais constrangedor: perder a copa de 1950 por 2x1 ou perder dos jogos seguidos de 7x1 e 3x0, perfazendo 10x1? Desaprendemos com as lições do passado e não aceitamos a disciplina do trabalho como norma para o sucesso? A CBF, uma entidade privada, não possui responsabilidades em suas demandas, sendo que seus dirigentes saíram ilesos nessa empreitada?

Enviado por Carlos Fatorelli - cafatorelli@gmail.com
Publicado em 16/07/2014

Modesto, adorei esse seu texto, respeito sua revolta e opinião mas penso diferente e acho que eventos que dependem do turismo internacional devem mesmo acontecer em cidades como o Rio ou Salvador, que oferecem um clima e locais muito melhores para o turista estrangeiro e até mesmo para o brasileiro. São Paulo ganha em tudo do nosso ex distrito federal, menos em belezas naturais e espaço para o lazer bem a gosto dos estrangeiros cansados do clima gelado de seus lugares de origem. Abraços querido companheiro.

Enviado por Arthur Miranda (Tutu) - 27.miranda@gmail.com
Publicado em 16/07/2014

Modesto, só quem tem memória como a sua, sabe das trapaças , das injustiças que cometeram e cometem no futebol brasileiro, e assim mesmo somos pentacampeões, com profissionalismo seriamos no minimo heptacampeõese, creia doravantre vai ser mais dificil sermos campeões, primeiro porque a maioria dos paises aprenderam a jogar futebol, e a nossa molecada estão indo embora cada vez mais cedo para outros paises, portnato falta base, parabéns pelo tema, Estan.

Enviado por Estanislau Rybczynski - estan_tec@hotmail.com
Publicado em 16/07/2014

Concordo plenamente com sua "bronca"; a CBF e as Federações são fonte de renda espúria para seus dirigentes, portanto, largar o osso JAMAIS! Quanto ao bairrismo a coisa nas copas do mundo vêm desde 1930, com os cariocas sendo derrotados no Uruguai, em 1934 com Araken Patuska forçando sua convocação e, posteriormente, sendo acusado de causador da vergonha pela qual passamos e vai por aí a fora... As Copas de 1958 e 62, conduzidas por paulistas, por cotovelalgia passou por um encariocamento em 1966 na Inglaterra, com Garrincha totalmente impossibilitado de praticar esportes (com a articulação de seus joelhos totalmente "esmerilhadas", com Pelé sendo vítima de tentativa de homicídio por parte de jogadores de Portugal, com 44 jogadores convocados para treinamento e nenhuma seleção digna de seu passado recente (58 e 62)sendo formada. Fiz um texto publicado no SPMC em 03/07/14 - "Copa de 50, do que me lembro" -falando a respeito, não com tanta veemencia quanto o seu, mas com alguma noção da origem desses fatos vergonhosos.

Abraço do Ignacio

Enviado por Joaquim Ignácio de Souza Netto - joaquim.ignacio@bol.com.br
Publicado em 15/07/2014

Meu bom amigo Modesto, essa era a mesma revolta que o meu pai tinha. Aliás, ele passou a vida toda falando da Copa de 50. Mas se ele visse os 7 X 1... nem sei o que pensaria. Texto robusto em críticas sinceras. Ótima aula de civilidade e sentimento. Meus parabéns. Um abraço, com carinho.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 15/07/2014

Modesto, tantos estádios construídos com dinheiro do povo para depois a parte esportiva fazer um papelão! estou com você: São Paulo precisa falar mais alto bem como outros estados da federação, é preciso mudar a mentalidade dos dirigientes, parabéns pelo texto.

Enviado por Nelinho - lt.ltesser@hotmail.com
« Anterior 1 2 Próxima »