Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares Bailes de Formatura Autor(a): Margarida Pedroso Peramezza - Conheça esse autor
História publicada em 13/03/2014
Outro dia li um texto da nossa grande amiga e escritora do site, Vera Morato, falando sobre um baile que foi até altas horas da madrugada e isso me relembrou a minha juventude e os bailes de formatura que eu gostava de frequentar.
 
Meu pai, sempre muito cuidadoso com os filhos, só nos deixava ir aos bailes de formatura das escolas da Penha. Recordo-me de vários deles e que avançavam por toda a madrugada.
 
Eu e meus irmãos saíamos de casa por volta das 22h para chegar exatamente no horário de abertura do baile que era praticamente às 23h e não perder nenhuma seleção musical.
 
Assim que o maestro dava início oficial ao baile, eu e meu irmão Estevão éramos os primeiros a desfrutar da primeira seleção musical e iniciar o baile. Logo em seguida outros casais se aproximavam e em poucos minutos já eram muitos rodopiando pelo salão.
 
Nesta época os salões que mais frequentávamos eram o Aeroporto, a Casa de Portugal, o Circulo Militar, Paineiras, Juventus e Pinheiros. Estes salões eram os mais nobres de São Paulo, eles faziam muito sucesso principalmente na época dos em que os bailes de formatura se encontravam em alta.
 
Estes bailes eram um divertimento seguro para todos, seus frequentadores eram alunos das escolas das redondezas e nossos amigos, praticamente todos da mesma idade.
 
Naquele tempo os bailes tinham música ao vivo com lindas orquestras como a do Valdomiro Lemke e O três do Rio. Lembro-me da elegância do maestro e das roupas de gala que os músicos usavam.
 
Os convidados só podiam entrar com roupas sociais e para isso - eu, minhas irmãs e amigas -estávamos sempre nos preparando com vestidos longos ou não, mas sempre cheios de muito brilho que se usava na época e que comprávamos na Ladeira Porto Geral.
 
Depois de dançar a noite inteira, o mais gotoso era a hora da saída porque podíamos andar sem medo e curtir cada pedacinho de São Paulo. Íamos pelas ruas até conseguir pegar um táxi para nos levar pra casa, chegávamos quase às 5h da manhã, aí era só cair na cama e sonhar com linda noite.
 
Quando me formei no curso de formação de professores, o baile foi realizado no Círculo Militar e lembro-me que ele foi muito concorrido. Vendemos todos os convites e a lotação do salão foi completa. Tivemos que chamar uma segurança reforçada porque muitas pessoas ficavam do lado de fora pressionando para entrar a qualquer custo.
 
O tempo mudou e esse tipo de festa acabou deixando para trás nossos saudosos bailes de formatura, que foram ficando cada vez mais rarefeitos. São apenas guardados e arquivados em nossas lembranças.
 
Hoje, quase não se ouve mais falar em bailes de formatura e percebo que a nova geração quer mesmo comemorar e marcar suas conquistas de formas diferentes, como viagens ou outra coisa qualquer. São os novos tempos, os novos costumes e as novas formas de marcar e guardar as emoções.
 
E-mail: margaridaperamezza@gmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 20/03/2014

Margarida, vc tem nos textos uma característica e lógica feminina. Es ainda atualmente muito charmosa e elegante, imagina naquela época, deveriam rodar por sua volta para dançar.

Eu não fui muito de baile, ia para namorar, e quando sabia que minha pretendente estava por lá fazia mil malabarismo para não faltar e atrair a 'presa'. hahaha.e curtia muito o som ao vivo.

Enviado por Clesio de Luca - clesiodeluca@yahoo.com.br
Publicado em 15/03/2014

Realmente, Margarida aqueles eram outros tempos. Havia melhor aproximação das pessoas, muito mais respeito, muitas amizades sadias coisa que infelizmente hoje, foram trocadas por drogas, bailes funks, promiscuidade, bebidas alcoólicas, violência e prostituição. Porém, a nossa geração, teve muito mais sorte. Parabéns pelos seus saudosos lindos bailes de formatura. Abraço Grassi

Enviado por Roberto Grassi - jr_grassi@yahoo.com.br
Publicado em 14/03/2014

Doze parágrafos de pura emoção. Recordações dos bailinhos de formatura, ficaram gravados na memória da Peramezza, indelevemente para todo o sempre. Parabéns, Marga.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 14/03/2014

Pois é Margarida,hoje trocaram os bailes de formatura por viagens...Eu até entendo um pouco desta troca,a violência também chegou nestes bailes,como voce citou lotava tanto que ficavam dezenas de pessoas na porta querendo entrar.Hoje ficam dezenas de pessoas na porta só arrumando confusão e dentro do baile sempre acontecem brigas pois as pessoas bebem e perdem a linha..eu mesma já me assustei em baile de sobrinhas formandas,foi um horror!!!Realmente são novos tempos

e o nosso tempo ficou na saudade...não volta mais...

Enviado por Walquiria - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 14/03/2014

Margarida - Enviei uma história sobre Baile de Formatura nessa semana. Pensei comigo já publicaram ? Era a sua história, e por sinal esses bailes eram a minha paixão . De fato ficaram na saudade mas, aproveitei muito não perdendo uma seleção sequer. Forte abraço ...

Enviado por José Aureliano Oliveira - joseaurelianooliveira.aureliano@yahoo.com.br
Publicado em 13/03/2014

Margarida, lembra do smoking, ou do black-tie. E as orquestras,? Enrico Simonetti, Silvio Mazuca, Guerra Peixe, Osmar Milane. Foi bom demais.

Enviado por Marcos Aurelio Loureiro - marcoslur_ti@yahoo.com.br
Publicado em 13/03/2014

Marga, fiquei muito contente por você ter me citado. Mas eu senti daqui o gosto bom dos bailes que você frequentou. Era bom demais, embora a minha experiência nisso tenha sido muito limitada. Mas é sempre bom te reencontrar por aqui. Você dá vida e esbanja serenidade. Parabéns, querida. Legal mesmo.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
« Anterior 1 Próxima »