Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Non ho l'etá Autor(a): Benedita Alves dos Anjos - Conheça esse autor
História publicada em 08/01/2014
Esta passagem da minha vida aconteceu nos anos bem distantes, mas sempre vem na minha memória, quando, pelas ruas da cidade de São Paulo, ainda o vejo; velho, corcunda, em um carro do último tipo, mas certamente infeliz, pois nunca teve a coragem de enfrentar o pai, prepotente e autoritário que mandava e desmandava.
 
Disseram-me que certa vez, por ter feito um serviço mal feito, apanhou dentro da fábrica diante dos funcionários.
 
Mas adorava o pai, e sempre o vejo indo ao cemitério visitar o túmulo.
 
Filho único, cuja mãe ainda está viva, se preocupa com o resfriado do filho que nem entra na piscina com medo de gripe.
 
Eu com dez anos, filha de Maria, vestido de fustão, com uma fita azul celeste na cintura, cantava no coral da igreja Matriz, e todas as vezes que levantava meus olhos da música, lá estava ele olhando para mim.
 
Aquele olhar me intrigava, me incomodava.
 
E, de tanto olhar, nasceu em mim um sentimento puro que se pode dizer primeiro amor. E Gigliola Cinquetti cantando na rádio do Walter Puccinneli, "hoje proibida pelos vizinhos", pois só canta músicas muito antigas.
 
“Non ho l'tá per amarti
non ho l'tá per uscire sola com te
e non avrei , non avrei nula da dirti
per chè tu sai molti piu cose di me”.
(e por aí vai).
 
E aqueles acordes tilintavam o coração. Mas logo parti em busca de um grande sonho: o de ser missionária. Sonho este que persegui e ainda continuo perseguindo.
 
Mas quando ele passa por mim, com certeza se lembra da menina de uniforme bordô e eu me lembro de Gigliola Cinquetti, com seu “Non ho l'etá”.
 
E sem perceber a gente se olha, mas não diz nada, porque o tempo ainda preservou um sentimento muito bom.
 
 
E-mail: dosanjos81@gmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 24/01/2014

Adorei sua história, continue.....S.Paulo sempre fazendo paixões....

Enviado por MARIZA - marizalp2009@gmail.com
Publicado em 15/01/2014

Bonito, minha querida Benê. Maravilha quando o tempo preserva o sentimento bom. Um beijo.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 14/01/2014

Ótima tradução feita por um italiano da gema.

Na época eu nem sabia o que isso significava, cantava mas não sabia ahahah.

Enviado por Benedita Alves dos Anjos - dosanjos81@gmail.com
Publicado em 13/01/2014

Linda mensagem, querida Bene, como vc não traduziu a letra da bela música da Gigliola, vou tentar: "Não tenho idade pra te amar, não tenho idade pra sair sozinha com vc e não tenho nada, nada pra te dizer porque vc sabe muito mais coisas do que eu"

Parabéns, dos Anjos.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 10/01/2014

Amigos, Jesus é o único amigo que nunca me deixou no meio do caminho.

Passei Natal e Ano Novo só minha filha não veio, mas estou tão em paz.

Acho que Ele me dá uma serenidade que não é deste mundo.

Enviado por Benedita Alves dos Anjos - dosanjos81@gmail.com
Publicado em 09/01/2014

Bene, essa é uma das musicas que canto com meu marido ele toca violão e eu canto nas festinhas familiares.

Beijão

Enviado por Julia Poggetti Fernandes Gil - gibajuba@yahoo.com.br
Publicado em 09/01/2014

Nossa Benê,o romantismo ainda vive em voce hein!!!Quem me dera reencontrar alguém que na minha infância ou juventude abalou meu coração. Eu adoraria poder conversar sobre aquela época tão distante e tão cheia de pudor e que agora tudo seria livre e descontraído. Beijos minha querida e muita saúde e paz para voce neste e em todos os anos que se segue...

Enviado por Walquiria - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 09/01/2014

Nossa vida é como um livro,

Aos amigos abrimos uma página,

Mas Deus conhece as linhas e entrelinhas,

do prólogo ao epílogo.

Enviado por Benedita Alves dos Anjos - dosanjos81@gmail.com
Publicado em 09/01/2014

Dos Anjos, parece um capitulo de novela, muito suspense!!!, quando vamos saber e como vamos saber quem é o cujo cupido tímido, parabéns,Estan.

Enviado por Estanislau Rybczynski - estantec@gmail.com
Publicado em 09/01/2014

No Youtube tem tem ela cantando aos 16 anos essa musica. Parece me que essa letra foi feita para ela. Muito linda. Abraços

Enviado por José Aureliano Oliveira - joseaurelianooliveira.aureliano@yahoo.com.br
« Anterior 1 2 Próxima »