Leia as Histórias

Categoria - Personagens Nossos ídolos morreram jovens Autor(a): José Aureliano Oliveira - Conheça esse autor
História publicada em 07/01/2014
No nosso dia a dia acredito que não exista nesse mundo aquele que não viva um dia sequer sem ouvir uma música. Além de nos encantar, serve também para nos entreter, protestar ou manifestar algum sentimento. Há os que acreditem que a própria natureza, através dos pássaros, do vento, da água, produz música.
 
Foram esses ídolos que nos ensinaram através do tempo a gostarmos deles, pela sua voz, ou das letras maravilhosas que nos levam a sonhar e amar. Não há explicação, pelo menos para mim, o porquê, com tanto sucesso, a maioria deles buscam através das drogas, sexo ou alegando solidão a se entregarem a vícios que os levam a uma morte prematura.
 
Esses são alguns poucos exemplos daqueles que nos fizeram dançar, cantar, amar e sonhar, nos bailinhos de fundo de quintal da Rua Rocinha, Domingos Pacheco, Rua Platina, Rua Tuiuti e tantas outras do nosso querido Tatuapé, ou então nos bailes de formatura do Clube Pinheiros, Salão do Aeroporto, Circulo Militar no Ibirapuera, 13 de Maio no Bixiga:
 
Da minha época, quem não se lembra da Janis Joplin que era conhecida por sua bela voz e com certeza por ser uma mulher bonita. Morreu em 1970 por causa de uma overdose de heroína e acabou ali seu sucesso, pois sua voz se calou.
 
Elvis Aaron Presley (Elvis Presley) foi um famoso músico e ator, nascido nos Estados Unidos da América, sendo mundialmente denominado como “Rei do Rock” nos deixando em 1977.
 
Michael Joseph Jackson foi um cantor, compositor, dançarino, produtor, empresário, arranjador vocal e filantrópico norte-americano. Segundo a Revista Rolling Stone, faturou em vida cerca de US$ 7 bilhões de dólares, fazendo dele o artista mais rico de toda a história, e um ano após sua morte faturou cerca de US$ 1 bilhão de dólares.
 
Amy Jade Winehouse foi uma cantora e compositora britânica conhecida por seu poderoso e profundo contralto vocal, e sua mistura eclética de gêneros musicais, incluindo R&B, soul e jazz. Ingressou na carreira musical em 2003, morrendo em 2011.
 
Antônio Marcos que viveu sua infância na Vila Carrão, zona Leste de Sampa, iniciou sua carreira passando pelos programas de calouros, para chegar ao rádio e finalmente à televisão. De 1960 a 1962, destacou-se no programa de Estevam Sangirardi, cantando, tocando violão e fazendo humorismo.
 
Cazuza foi um cantor e compositor brasileiro que ganhou fama como vocalista e principal letrista da banda Barão Vermelho. Sua parceria com Roberto Frejat foi criticamente aclamada. Dentre as composições famosas junto ao Barão Vermelho estão "Todo Amor que Houver Nessa Vida", "Pro Dia Nascer Feliz", "Maior Abandonado", "Bete Balanço" e "Bilhetinho Azul". Cazuza foi considerado um dos maiores compositores da música brasileira.
 
Freddie Mercury, músico, cantor e compositor britânico, mais conhecido por ter sido vocalista da banda britânica de rock Queen. É considerado pelos críticos e por diversas votações populares como um dos melhores cantores de todos os tempos e uma das vozes mais conhecidas do mundo.
 
Elis Regina, intérprete brasileira. Conhecida por sua presença de palco, sua voz e sua personalidade, Elis Regina é considerada por muitos críticos, comentadores e outros músicos a melhor cantora brasileira de todos os tempos. Com os sucessos de “Falso Brilhante” e “Transversal do Tempo”, ela inovou os espetáculos musicais no país e era capaz de demonstrar emoções tão contrárias, como a melancolia e a felicidade, em uma mesma apresentação ou em uma mesma música.
 
Renato Russo, cantor e compositor brasileiro, famoso por ter sido o vocalista e fundador da banda de rock Legião Urbana.
 
A maioria deles faleceu por overdose ou contato sexual com parceiro soro positivo. Considerando a situação financeira dessas pessoas e a vida fácil onde se tem tudo que se quer, não seria lógico elas viverem mais felizes? Ou será o contrário: a fama e o dinheiro vêm acompanhados da infelicidade. Porque buscam forças nas drogas, mesmo sabendo que o final é trágico.
 
Agora, aquele que não procurou o caminho das drogas, quis o destino que alguém tirasse a sua vida covardemente, levando um dos maiores ídolos da minha geração, que foi “John Lennon”, que ganhou notoriedade mundial como um dos fundadores do grupo de rock britânico The Beatles. Na época da existência dos Beatles, John Lennon formou com Paul McCartney o que seria uma das melhores e mais famosas duplas de compositores de todos os tempos, a dupla Lennon/ McCartney.
 
E-mail: joseaurelianooliveira.aureliano@yahoo.com.br
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 08/01/2014

Aureliano, realmente entender a morte dos nossos ídolos fica difícil. Destino, livre arbítrio ou sabe-se lá o quê. Uma pena muitos terem partido de forma tão trágica.Espero que todos estejam mais perto da luz.Muito bom seu texto, um abraço.

Enviado por Margarida Pedroso Peramezza - margaridaperamezza@gmail.com
Publicado em 08/01/2014

Concordo com vc, José, o encanto que a música incide sobre nós, não tem comparação. Os nomes mencionados por vc trazem tantas recordações que chego a pensar que, por termos tanto prazer com o que eles produzem que o preço desse sucesso é a curta existência que eles tem aqui na terra.

Bela exposição, Aureliano, parabéns.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 08/01/2014

Antonio Marcos,Ellis Regina,Elvis Presley,John Lennon foram os que fizeram um buraco de tristeza e saudades em minha vida,e que todas as vezes em que vejo algo sobre eles meu coração dá um aperto e eu penso que pena!!!!

Enviado por Walquiria - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 07/01/2014

Aureliano, disse tudo, como entender isso, e sem falar que no inicio do seculo XX, muitos cantores, atores, escritores, poetas, morreram por excesso de alcool e cigarro com tuberculose, parabéns, Estan.

Enviado por Estanislau Rybczynski - estantec@gmail.com
« Anterior 1 Próxima »