Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Amigos para todas as horas Autor(a): Clesio de Luca - Conheça esse autor
História publicada em 07/01/2014

Tenho que admitir que certas iniciativas, como esta mensagem que recebi de Dirce Krasovik, podem ser repassadas, é claro, mas é preciso escolher bem os “amigos” receptores. Os amigos que temos. Uns são ocupados demais, outros possuem diversas prioridades, uns se esquecem da gente e vice-versa. Outros de muito ocupados não têm tempo para nada.

 

Amigos, também não é preciso toda hora ligar para perguntar como eles vão. Mas há dentro de nós um desejo de lhe desejar sucessos e realizações das mais variadas.

 

Penso que quando estávamos felizes e que tudo vai bem conosco, desejamos partilhar com eles a nossa amizade e a alegria que conquistamos. Ou de um filho(a).

 

Outros, ao sabermos que estão doentes, vamos fazer-lhes uma visita, arruma-se tempo para isso. Vai lá dá sua presença e mesmo que não nos reconheça, estando sedados, nosso espírito comunga com ele e os anjos celestes se comunicam um com o outro transmitindo os melhores votos de recuperação na doença; para outros, a visita que fazemos talvez seja a última, uma última despedida.

 

Amigos gostam de estar juntos, gostam de ser lembrados. Demonstrando no gesto apreço ao amigo. Creio ser uma dádiva do céu, pois a nossa solidariedade a ele repercute. Há pessoas que dizem que se não tivessem amigos, morreriam de tristeza (V. Moraes).

 

Amigos, a bíblia diz que quem encontrou um verdadeiro amigo encontrou um tesouro. Muitas das vezes dedicamos a nossa amizade a pessoas que não são merecedoras. Não dão o devido valor e o dar só acontece de um lado; o outro não faz questão de repartir seu tempo.

 

Amigo não explora o outro em nada. Sente-se envergonhado de lhe pedir alguma coisa, ou interrompê-lo em uma atividade, espera que ele ofereça o que muitas vezes não chega.

 

Finalmente o homem humilde encontra amigos facilmente, pois desapegados reconhecem que a vida é passageira e sabem perfeitamente que depois de mortos não podem levar nada, têm que deixar tudo na “marra” mesmo, pois no caixão não existe gavetas, só a do corpo. São esses uns exaltados, parecem possuir imortalidade.

 

Defino amigo como aquele que honra o parceiro, aquele que está junto na alegria ou na tristeza. Não entendo uma amizade que não seja toda. Por isso afirmo que a amizade com alguém é como um casamento, um contrato que seja para sempre!

 

Amigo gosta de cartas, baralho, e-mails, dominó. Quem não responde a um e-mail de um amigo, não lhe dá nenhum valor ou acho que sua presença ou opinião não serve para ele, por isso ignora.

 

Há os que são sensíveis, se “melindram” facilmente, apenas com uma negação ou silêncio. Devido a essas mil formas de afinidades é difícil encontrar o par perfeito. Tenho admiração por pessoas que ao granjear amigos vivem rodeados deles, para conversar, pescar, viajar... Amigos servem para todas as horas.

 

Tinha um colega paulistano, um jovem advogado. Fiz amizade com ele, parecia que era fiel. De repente ele se contrariou e desapareceu; penso ter sido por causa de um comentário feito que indicava preconceito e discriminação. Aquelas coisas que se diz, às vezes sem pensar. Assim perdi aquele amigo, chama-se Carlos.

 

Não deixei de gostar dele. A amizade quando sincera nunca é esquecida, isso aprendi durante os caminhos que trilhei.

 

Desejos aos meus sinceros amigos, meu abraço. Ah! O amigo quando vê erro no outro diz com jeito e faz questão de dizer, pois assim terá chance de se corrigir. Amigo fala a verdade, não ilude.

E-mail: clesiodeluca@yahoo.com.br
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 09/01/2014

Quem sabe ainda dá para recuperar essa amizade, através deste site ou de redes sociais, nunca é tarde para buscar uma velha amizade tão querida.

Mas amigo de todas a horas mesmo, é JESUS.

Abraços.

Enviado por Julia Poggetti Fernandes Gil - gibajuba@yahoo.com.br
Publicado em 08/01/2014

Clesio, como é bom ter amigos, feliz quem os tem! Como todas as pessoas eu tenho amigos que sempre vejo e os que quase nunca vejo e nos dois casos sinto que a amizade é verdadeira e sincera.Tenho uma amiga do tempo da escola, isso faz mais de quarenta anos, não a vejo sempre mas quando a encontro é como a visse sempre.Um abraço.

Enviado por Margarida Pedroso Peramezza - margaridaperamezza@gmail.com
Publicado em 08/01/2014

Uma delicada e bem construída exaltação ao prazer de se ter uma boa amizade. Muito difícil de se conseguir e muito fácil de se perder. As grandes amizades são consequências de um relacionamento maduro e seguro, onde impera o respeito e a confiança. Belo texto, Clésio, parabéns.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 07/01/2014

Clesio – Alguns morreram e outros não tive mais noticias. Quando vem a saudade ao lembrar me deles, sinto no meu coração, quanta falta eles me fazem . Já sem esperanças e o meu habite-se estar para terminar aqui na terra, surge amigos por todo o lado através dos nossos companheiros do SPMC. Você colocou palavra por palavra o que é ter um amigo. Eu estou ainda meio jururu devido a mamãe Helena ter me deixado orfã em 2013. Forte abraço Clesio ...

Enviado por José Aureliano Oliveira - joseaurelianooliveira.aureliano@yahoo.com.br
Publicado em 07/01/2014

Eu tenho muitas saudades de amigas da juventude e que o tempo e a distância nos separaram...Depois de 30 anos encontrei uma delas e nos falamos que a gente poderia ficar dezenas de anos sem nos ver mas a gente não deixava de se amar...e que se um dia a gente estivesse do outro lado do mundo e precisasse de ajuda era só chamar que a gente iria...Tenho tres amigas que não vejo nunca,mas nosso sentimento é este que descrevi...

Enviado por Walquiria - walquiriarocha@yahoo.com.br
« Anterior 1 Próxima »