Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Dezembro era assim! Autor(a): Roseli Tadeu Nabarrete - Conheça esse autor
História publicada em 20/12/2013
Dia 8 de dezembro era o dia de montar a árvore de natal e seu presépio, para nós, crianças, era uma mágica linda, ver aquela árvore (natural) ficando cada vez mais linda à medida que mamãe e papai iam enfeitando. Magia que durava quase um mês porque ela era desmontada, religiosamente no Dia de Reis, 6 de janeiro, e aí a casa, a sala, tudo voltava ao normal. Eu achava que deveria ficar assim o ano inteiro, pois toda magia parecia refletir dentro de cada um de nós.
 
Papai colocava música (boleros) enquanto toda função era feita e o clima era de felicidade aqui na cidade de São Paulo. Depois de tudo pronto, meu pai pegava os cartões de natal para enviar aos amigos e parentes e olha que era gente que não acabava mais. Ao lado dele ficava a cola, os selos e uma lista com o endereço de todos, pois não podia faltar nenhum e depois minha mãe conferia e no dia seguinte eram levados para o correio.
 
Certo ano, meu pai achou que seria de muito bom tom enviar também para os vizinhos e um a um foram sendo lembrados e lá foi ele colocar tudo nos correios, mas de todos os vizinhos que receberam seus cartões sabem quantos agradeceram a gentileza? Nenhum. E meu pai ficou frustrado, mas não se deixou abater, afinal, nem sempre gentilezas geram gentilezas.
 
E quando o Natal ia se aproximando minha casa ficava cheia, para tomar um café, bater papo e também desejar um feliz Ano Novo. Eu, criança, só queria saber o que o Papai Noel iria me trazer e sempre trouxe tudo o que podia trazer. Grandes alegrias e grandes recordações.
 
E-mail: mararoseli@yahoo.com.br
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 23/12/2013

Recordações natalinas bem cuidadas, Nabarrete. Sempre que chega essas datas, as lembranças dos que já foram despertam como se eles voltassem. Boas festas, Roseli, feliz ano novo e parabéns pela crônica.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 23/12/2013

Roseli, quanta importância à data, às emoções, aos preparativos.Mas o bom: sempre em família. Um felicíssimo Natal para você, familiares e aos amigos do nosso site. Um beijo.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 21/12/2013

Roseli, até hoje eu envio cartões de Natal para familiares e amigos pelo correio, são aproximadamente uns 25 e sabem quantos nos agradeceram este ano? Quatro pessoas que tem um sentimento mais apurado, mas no ano que vem mando de novo. Apesar de ficar um tanto frustrada também fico feliz por enviar e proporcionar aos outros o recebimento de algo que não seja nem cobrança e nem tao pouco propaganda.

Beijos e feliz Natal.

Enviado por Julia Poggetti Fernandes Gil - gibajuba@yahoo.com.br
Publicado em 20/12/2013

Roseli, que tempo bom! Eu adoro o mês de dezembro esse preparo para o Natal não tem cisa melhor. Adorei seu texto, um abraço e um feliz Natal.

Enviado por Margarida Pedroso Peramezza - margaridaperamezza@gmail.com
« Anterior 1 Próxima »