Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Páscoa sem ovos de chocolate Autor(a): Tereza Pereira Xavier - Conheça esse autor
História publicada em 25/04/2011
Moro em São Paulo desde 1963. Até então não sabia que, na semana antecedente a Páscoa, um ovo de chocolate era tão procurado e enobrecido pelo povo desta capital.

Vim de um pequeno vilarejo ao norte do Paraná, lugarzinho de gente simples, porém de invejável devoção e obediência às leis impostas pela igreja. Lembro-me que se faziam constantes jejuns nesta época e que era sacrilégio comer carne às quartas e sextas-feiras da quaresma. Lembro-me também o quanto isto aguçava o meu desejo por ser uma coisa proibida.

Aprendi as custas penas e por medo desde criança a vencer pequenas tentações como estas. Para compensar, na sexta-feira Santa, mesmo não tendo bacalhau no pobre mercadinho do pequeno vilarejo de Irerê em que morávamos, minha mãe fazia uma deliciosa macarronada portuguesa.

Para que meus leitores não fiquem com água na boca ai vai à receita:
-Duas latas de sardinha,
- uma cebola picada,
- pimenta do reino,
- uma lata de purê de tomate,
- queijo ralado,
- uma colher de azeite ou de óleo,
- salsinha,
- cebolinha verde a gosto.

Depois de dourar a cebola e coloque todos estes ingredientes em uma panela ao fogo por, aproximadamente, dez minutos sem que se desfaçam muito os pedaços da sardinha. Separadamente, faça uma massa de panquecas com ovo, sal leite, trigo e fermento. Asse dos dois lados em uma frigideira antiaderente. Coloque no prato a primeira panqueca assada, colocando em cima o molho acima. Logo após, coloque mais uma massa de panqueca e assim sucessivamente no tamanho e altura que quiser. Sirva quente ou fria. Pode cortá-la como uma macarronada ou em pedaços triangulares.

Foi assim amigos leitores que, aos meus doze anos de idade, aprendi guardar os dias sagrados como a semana Santa e não me esquecer dos bons conselhos de minha mãe e deste delicioso prato feito com todo carinho por ela, Laudelina.

Feliz Páscoa meus queridos.


E-mail: terezapx@gmail.com
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 03/05/2011 Obrigada Modesto e Joel pela acolhida. Vocês encorajam os novos escritores (as) Abraços
Obs.Joel a massa da panqueca substitui o macarão
Enviado por tereza pereira xavier - terezapx@gmail.com
Publicado em 28/04/2011 Já deu água na boca! Selecionei a receita e imprimi-a. Vou pedir para minha esposa executá-la. Só estranhei que na macarronada não vai MACARRÃO. Bem, mas como na receita do "plum pudding" (pudim de ameixas, ou cerejas) também não vai nem um, nem outro, tudo bem. Bela narrativa e boa receita. Parabéns, D. Tereza. Enviado por Joel Benega - jbenega@uol.com.br
Publicado em 26/04/2011 Original maneira de apresentar uma receita de um prato "sem pecado". Texto limpo e bem redigido. Parabéns, Tereza.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
« Anterior 1 Próxima »