Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares Avenida Paulista Autor(a): Renilda Munduruk - Conheça esse autor
História publicada em 07/02/2011
Hoje passo por aqui para mostrar o meu amor por São Paulo e minha admiração por uma avenida tão paulista, que anda um pouco triste com os últimos acontecimentos por culpa de atitudes preconceituosas.


Avenida Paulista

Ela é exuberante
Grande, charmosa e muito graciosa;
Tem requinte, estilo e glamour;
Em todo mundo ela é muito famosa.

Tem amplo setor financeiro;
Nada deixa a desejar a nenhum banqueiro.
Tudo nela é tão bonito;
Com ela você ficaria o dia inteiro.

Ela é muito modesta;
Recebe o pobre, o rico, sem exceção.
Quem a conhece sabe muito bem;
Que em seu centro parece pulsar um coração.

Falo de uma avenida!
Você pode achar estranho;
Ela ficou famosa pela sua beleza;
E também pelo seu tamanho.

O seu nome é Avenida Paulista;
Nome melhor não poderia ter;
Representa um símbolo desta cidade;
Que tem prazer em receber.

Aqui moramos todos;
Brasileiros de A à Z;
Tem gente de todo mundo;
E todos com algo pra fazer.

Mas também tem gente pequena,
Pequena de espírito e sem nenhuma noção,
Gente preconceituosa de pouca inteligência,
Que enfeiam a nossa cidade e fere seu coração.

Os nossos irmãos paulistanos de nascença,
E os paulistanos por adoção
Repudiam qualquer prática de violência
Às pessoas que vivem e amam este chão.

Foi lamentável o que aconteceu,
Por parte de pessoas más e egoístas,
Dizem que agem por amor à cidade,
Mas só conseguem entristecer a Paulista.

A Bahia é minha terra natal,
São Paulo minha cidade do coração,
Talvez seja difícil para alguns
Entender o tamanho da minha paixão.


E-mail: renildaduraes@ig.com.br E-mail: renildaduraes@ig.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 12/05/2011 Renilda, Avenida Paulista e poesia parecem combinar. É uma região intensa de vida e prosperidade, negócios e cultura. Tenho uma especial lembrança: dois jovens em um passeio de mãos dadas, à noite, o filme "A Insustentável Leveza do Ser", 1989, C&A na tela, sonhos, risos e projetos; tantos que não tivemos tempo. Uma doce lembrança. Enviado por Consolata Panhozzi - tpanhozzi@ig.com.br
Publicado em 11/02/2011 Renilda, entendo seu amor por São Paulo...sou paulistana e morei um tempinho em sua terra,Salvador, mas voltei pois amo Sampa...Parabéns por registrar, tão bem, através da poesia a sua indignação, que tambem é minha .Não posso aceitar essas agressões !!! Enviado por jussara - jussaramunhoz@hotmail.com
Publicado em 07/02/2011 Poesia pura pra principal via paulistana, bem estruturada com parágrafos perguntando e outros respondendo, num estilo todo próprio, com rimas deliciosas. Parabéns, Renilda.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 07/02/2011 Gostei da sua poesia e, especialmente da indignação contra esses ataques aos homossexuais, que merecem nosso respeito, sim, que são cidadãos como nós o somos.Eu, cuido das crianças e dos velhinhos, não dito regras e não fiscalizo barbados. Penso que se cada um se preocupasse em cuidar do seu jardim e do seu quintal, a vida seria menos complicada.Um abraço, Enviado por Trini Pantiga - trinesp@ig.com.br
Publicado em 07/02/2011 Bela e expressiva poesia sobre a Avenida Paulista.Parabéns! Enviado por Ana Maris de Figueiredo Ribeiro - anamarisribeiro@ig.com.br
Publicado em 07/02/2011 Parabéns! Adorei a poesia!
Para mim não é difícil entender o tamanho da sua paixão! São Paulo é a minha cidade do coração!
Sou baiana e amo SP D+!
Enviado por Núbia - nubiarequiao@yahoo.com.br
Publicado em 07/02/2011 Renilda, Renilda, Renilda. Tentei não gostar das suas rimas, pois não queria relacionar a nossa Paulista com a debilidade mental dessas agressões e não consegui... os seus versos ecoam com sinceridade. Parabéns. Enviado por Pedro Cardoso - piparoda@gmail.com
« Anterior 1 Próxima »