Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares Quem se lembra? Autor(a): Roberto Vieira - Conheça esse autor
História publicada em 17/01/2011
Na verdade não é uma história, mas um mural de lembranças.

Vamos ver quem se lembra:

Das domingueiras do Juventus;
Dos lanches nas madrugadas no Chico Hamburger, Burdog, Jack in The Box na Augusta;
Dos lanches menos famosos, mas nem por isso inesquecíveis, da Chapa, do Daniels e do Zip Zip da LIns de Vasconcelos.

Das madrugadas de sábado para domingo na Avenida Ibirapuera, com transito pior que qualquer sexta-feira de hoje em dia.

Do churros do Seu Toninho na Mooca;
Da inauguração da Archote na Paes de Barros;
Da Emerald Hill em São Bernardo (onde a vida acontecia);
Dos rachas na Cidade Universitária;
Dos bailes de formatura no Pinheiros, com o Super Som TA;
Das tardes no Parque do Ibirapuera, deitados nos bancos perto do lago para tentar "ganhar" uma menininha bonitinha.

Das noites em frente ao Patropi, na Vila Mariana, quando o mar não estava para peixe;
Da banca de frutas da República do Líbano de madrugada;
Dos amassos dentro do estacionamento do Ibirapuera.

Da Praça do Pôr do Sol, na Cerro Cora;
Das quartas feiras do Bar Avenida;
Da Yokoyama, melhor esfiha de São Paulo;
Do Grupo Sérgio, com campeonato para ver quem aguentava comer mais pedaços de pizza;
Da Brunella, atrás do Shopping Ibirapuera.

Dos sapatos com sola de pneus da Birello, na Guaicurus;
Da Gledson, Lee e Cukier;
Da Jeans Tarka, que tinha calças iguais à da Levi's, por um terço do preço;
Da Delhi;
Dos sapatos sob medida do Manuel e do Pepe, na Maria Antônia.

Da admiração pelas "sete galo", pelos Dodjões, Mavecos e Opalas que somente os poderosos podiam ter, enquanto passeávamos em nosso Fuscas, Brasílias e Chevettes.

Das sessões nos cines Marabá, República e Gemini, e principalmente, no Comodoro, para assistir Terremoto, Inferno na Torre e outros sucessos.

Das rádios Difusora e Excelsior, na época em que FM era música de elevador.


E-mail: r.a.vieira@ig.com.br E-mail: r.a.vieira@ig.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 07/03/2013 Cara bateu saudades hein!! Jeans Tarka,fui muito la!! Enviado por Marcos - marcos_martins_br@hotmail.com
Publicado em 28/09/2012 ESSA ÉPOCA ERA BOA VC PODIA ANDAR NA CIDADE TRANQUILO MAS AGORA NEM DE CASA VC PODE SAI TAMBEM TINHA A EPOCA DOS BAILES NO PALMEIRAS (CHIC SHOW), OS CARLOS, MUCICALIA, TOCO ENFIM E MUITOS OUTROS SÓ QUEM SE LEMBRA CURTIU MUITO. VLW. Enviado por CARLOS - CORINTHIANSLIBERTADORES1963@HOTMAIL.COM
Publicado em 04/08/2012 Tive o prazer d trabalhar na tarka e na gledson.....foi magico....parte linda da adolescencia... Enviado por jose antonio... - zebo@ig.com.br
Publicado em 20/07/2012 Olá Roberto,
Muito bom o seu mural de lembranças, foi bom recordar tudo isto.
Fomos da mesma época, íamos aos mesmos lugares, também morava no Cambuci e estudava na Mooca.
Complementando as lanchonetes, não posso deixa de lembra a do Xará, na Rua da Mooca e a Jotas na Major Sertório,
Do Churros do Toninho e Dona Dolores, as 4:00 hrs da manhã, e eles com o rádio ligado no programa do Zé Bétio.
Faltou (acho que você também foi muito) as Boates do centro, Louvre, Michael, My Love, Clube de Paris, Lancaster, Big Bem e muitas outras.
As batidas do Murilo na Al. Dos Maracatins, e de lá para o estacionamento do Parque do Ibirapuera. (o único drive grátis que tinha)
Cine Ouro na Rua da Mooca.
Domingueira da Antartica, muito legal, muita paquera, tenho amigos que casaram com garotas que conheceram lá.
Aos domingos, também valia a pena ir à Praça Silvio Romero, Tatuapé. (paquerar)
Barracão de Zinco na Av.Ibirapuera, Farol da Barra.
Sapatos sob medida da Maria Antônia, Isaac e Pepe, tudo combinando, sapato, cinto e capanga kkk (acho que hoje seria brega)
Rádio Jovem Pan.
Assistir futebol nos domingos de manhã no Pacaembu.
No Patropi as sextas, tinha o baile do machão, se um rapaz não aceitasse dançar com a moça, era posto para fora do salão, as mulheres ficavam
Do outro lado, e quando uma muito feia se levantava, os rapazes (a maioria corria para o banheiro)
Acampar na Cidade Ocian, em baixo da estátua do Netuno, com a barraca comprada no Mappin, em 12 vezes sem entrada, e íamos de ônibus,
Comíamos pastel de manhã, no almoço e na janta (que dureza) mas quanta saudade.
Enviado por natal - natalcastro@ig.com.br
Publicado em 16/07/2012 Fica até difícil comentar. Às vezes falo sobre isso para meus filhos. Lamento que eles não possam desfrutar de momentos tão bons como aqueles que tive no Jack In The Box, Brunella, Well's e outros. A Birello ainda existe, mas os sapatos já não são mais os mesmos. Que pena que nunca poderão curtir Led Zepellin e Supertramp como eu, com meus amigos em momentos inesquecíveis. E da maneira como são os dias de hoje, não terão saudades de música alguma. Que bom era sair de bicicleta aos domingos...dávamos um rolê pela Lapa, Pinheiros, Ibirapuera...vai fazer isso hoje...morre atropelado. Namorar (Ver corrida de submarino) no mirante da Lapa! E o Côco Verde ao sair do Colégio Industrial (Guaracy Silveira). Vieira, você realmente acertou na jugular essa. Que texto! Parabéns! Lembrar é muito bom! Enviado por Paulo - pauloassante@hotmail.com
Publicado em 21/06/2012 deu até arrepio so em lembrar dessa epoca que eu e meus amigos de carapicuiba tinhamos nossas fucas bala rebaixadas e saiamos na noitada para curtir na praça panamericana ou no rei das batidas e nas tardes de domingos saia para o por do sol com nossa namorada e o fernando kinada tambem curtir o skates se falar tudo não paro mais mais achei muitolouco essa ideia, agora sou um garotão de cinquentão moro no interior so no sossego e mesmo assim tenho ainda minha fuca rebaixada e jogo meu fotebol tcu Enviado por silvio luis da conceição - silvioconceicao@hotmail.com
Publicado em 10/06/2012 graças a Deus curti e muito os anos 80 tenho 48 anos e funk e o samba roque que curtiamos na epoca do salao brama e o palacio ambos em santo amaro.
a disafensas nas saidas dos bailes eram na mao e nas ideias os jovens desta epoca sabiam curtir e respeitavam os mais velhos.
calça da levis-os mocacim do isac as blusas estampadas o "M" do makenzi.
TIM MAIA E SEUS SHOWS NO PALMEIRAS.
Enviado por JOSE SILVESTRE LUNA - vendas1@spartacus.ind.br
Publicado em 14/11/2011 Gostei!
Muito bom mesmo este comentário sobre coisas e acontecimentos que eu trago vivos na memória, foi como que um estalo e de repente parece que comecei a reviver aqueles bons tempos, posso até citar alguns nomes que nesta epoca bombavam e causavan frison em todos, ex: a loja Piter, o Prédio da Dacon na Faria Lima, comprar calças da Ellus nas lojas babuch, os comerciais do cigarro Hollyood ( ao sucesso com Hollyood) como foram bons aqueles tempos , para encerar o lançamento do Passat TS, QUE CARRAÇO , PARA MIM NÃO APARECERIA OUTRO MELHOR NUNCA, AS MENINAS BABAVAM QUE MAQUINA!
Enviado por Jonk - jo.abril@hotmail.com
Publicado em 01/09/2011 Muito bom lembrar, todos esse lugares, PRAÇA PANAMERICANA, JACK IN BOX, SENZALA, BATIDA DO COCÔ VERDE, REI DAS BATIDAS , BONS MOMENTOS QUE PASSEI MINHA VIDA. DOS RACHA NA MARGINAL PINHEIROS, PRAÇA POR DO SOL - PINHEIROS, TEMPOS MUITO BONS. SEM ESQUECER DO CINEMA NA RUA CLELIA, LAPA. Enviado por EDSON A. SILVA - agostinho.23@hotmail.com
Publicado em 17/07/2011 ficar em frente a loja de disco da galeria sao bento ouvindo musica do pink floyd,
show
Enviado por moises - siqueira11@bol.com.br