Leia as Histórias

Categoria - Nossos bairros, nossas vidas Saudades de uma antiga Santana Autor(a): Daniel José de Carvalho - Conheça esse autor
História publicada em 01/10/2010
Nasci em Santana, em 1937, onde vivi a infância e a mocidade, até 1970. Hoje, morando em Piracicaba, recordo com paixão e nostalgia as pessoas que conheci e os lugares que frequentei nesse período.

Nasci na Rua Emb. N. da Fontoura (na época, Travessa do Quartel), uma travessa da Alfredo Pujol. Com cinco anos, nos mudamos para a Rua José Margarido, ali pertinho! Acho que foi a infância mais linda do mundo. Lembro-me perfeitamente de todos os meninos e meninas que lá moravam e que eu gostaria tanto de rever ou de ter notícias...

De 1944 a 1949, estudei no Externato Santa Teresinha. Que saudade do padre Vitor, nosso diretor, e do padre Lourenço, meu primeiro professor. Lembro-me também dos colegas de classe desses cinco anos, inclusive do nome da maioria deles.

O mesmo vale para os meus colegas de classe do Colégio Salete (1949 a 1953). Seu Hélvio, nosso diretor! Como o senhor era bravo! Mas gostávamos muito do senhor.

Meus avós paternos moravam numa casa, quase na esquina das ruas Jovita e Olavo Egídio. Meus pais e eu fazíamos frequentemente esse percurso da Alfredo Pujo até a Jovita.

Quem, daquela época, não se lembra do Cine Hollywood? Eu estive na estréia desse cinema! Fiquei encantado com o seriado do Capitão Marvel! Costumávamos, eu e meus pais, irmos aos sábados no Cine Vogue (antigo Cólon) ou no Orion.

E o Trenzinho da Cantareira? Quem viveu aquela época nunca vai esquecer. Meus avós maternos moravam no bairro do Tremembé. Para visitá-los, pegávamos o trem em frente ao quartel e íamos até lá. Eram paisagens bucólicas, lindas, inesquecíveis.

Quando completei meus doze anos, mudamos para a Rua Nabuco de Araujo, entre os bairros de Santa Teresinha, Lausane e Mandaqui. Nessa época, joguei no Corinthinha do Mandaqui. Até hoje guardo fotos daquela turma. Joguei também no time dos Ex-Alunos de Dom Bosco, em Santa Teresinha.

Outro lugar que eu frequentava e deixei muitos amigos foi o bairro do Lauzane e a igrejinha de Santo Antônio. Não esqueço das moças que cantavam no coro dessa igreja! Era lindo de se ver e ouvir!

Hoje moro em outra cidade. Às vezes volto a todos esses lugares que mencionei, só para aplacar a saudade. Esses lugares estão irreconhecíveis. Alimento a esperança de encontrar alguém daquela época...

Uma vez, a saudade foi tanta, que escrevi um romance sobre esses lugares e essa época. Foi uma forma de voltar ao passado.

E-mail: daniel3237@terra.com.br E-mail: daniel3237@terra.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 05/12/2011 Daniel, A sua Santana de outrora traz até hoje características que considero inabaláveis o que faz deste trecho um dos melhores lugares para morar em São Paulo. Belas lembranças. Escreva mais!! Consolata Enviado por Consolata Panhozzi - cpanhozzi@gmail.com
Publicado em 18/07/2011 Fantástico,inesquecível ,emotivo ,são poucos os adjetivos para qualificar estes momentos maravilhosos que eu passei a partir do ano de 1955 quando mudei da Ponte Pequena para a querida Santana.Tive a felicidade de presenciar,sentir esta atmosfera de ternura,sinceridade que existia entre as pessoas dessa época,pena que o progresso tudo destrói, polue.hoje morando em Joinville SC minha cidade natal vendo o artigo bem elaborado pelo daniel dou uma volta saudosa ao passado..... Enviado por Airton Irineu dos Santos - airton.cercal@hotmail.com
Publicado em 15/03/2011 Adorei essa história, achei muito linda, eu morei na Nabuco de Araujo, por muitos anos, freguentei muito a igreja Santo Antonio, estudei na escola Castro Alves e passeava muito pelo bairro Lauzane onde ia aos bailinhos, que epoca maravilhosa. Enviado por Irene Rodrigues Dinardi - irenedinardi@ig.com.br
Publicado em 03/03/2011 Ola meus amigos
Falar de Santana não se pode esquecer do velho e simpático colegio LUIZA DE MARILAC que saudades dessa época
abços
Motta
Enviado por motta - jsmotta@ibest.com.br
Publicado em 16/10/2010 Voltei no tempo quando li o seu depoimento sobre Santana.Eu fui morar em Santana, por volta de l950, na Rua Dr.Cesar(adorei as calçadas), em uma ruazinha, que dava fundos com o Quartel.Estudei no Colegio Viana, cujo diretor era o Sr.Agnaldo Virginelli.Frequentava o cine Hollywood e o Cine Vogue.Trabalhava na Rua Libero Badaró, e mensalmente reservava uma verba, para eu e minha irmã irmos ao cinema.Alguns anos depois fui morar no Tremembé, onde também viajava no Trenzinho da Cantareira. Enviado por Maria Bernucci Essmael - mariabernucci@hotmail.com
Publicado em 12/10/2010 Caro Daniel,desse bairro tenho muitas boas lembranças.MInha avó morava na rua Altinopolis, nos anos 60.Nos finais de semana eu ia com o meu avô ao campo do Olimpico do Jardim São Paulo assistir aos Sábados bons jogos de futebol de varzea, como também no Horto Florestal no campo do C.A. Silvicultura, bons tempos... Enviado por lismar Fonseca Lettra - lismarfl@yahoo.com.br
Publicado em 04/10/2010 Amigo, eu também sou de Santana, mais precisamente do Jardim Sao Paulo, onde vivi minha adolescencia toda. Moro hoje no interior de SP mas o coração continua enterrado no Mirante de Santana. Abraços. Enviado por alfred delatti - alfredpd@gmail.com
Publicado em 03/10/2010 Daniel, Obrigada por nos presentear com suas memórias sobre a região de Santana. É uma região de SP muito diferenciada, principalmente por seus habitantes e por locais como Campo de Marte, Aeronáutica, Horto, Serra da Cantareira, Center Norte, Anhembi, "Sambódromo" e seus desfiles, Terminal Rodoviário do Tietê, Sesc Santana e tantos outros que fazem o entorno do bairro mover uma imensidão de pessoas vindas de outros bairros, cidades, estados e países. Salve nossa querida Santana, ontem e hoje. Enviado por Consolata Panhozzi - tpanhozzi@ig.com.br
Publicado em 02/10/2010 Olá Daniel, falar sobre o bairro de Santana, tráz sempre uma "saudade danada" que, de vêz em quando a "matamos", indo à São Paulo...Lá estive em 2008 e lhe digo que o emérito Professor e Diretor Helvio Bugano, estava saudável ainda, (espero que ainda esteja...)com os "seus" mais de 90 anos...Também fui seu aluno de 1948 a 1951 no antigo Ginásio Salete, hoje Uniban. Abração - Flavio Rocha Enviado por Flavio Rocha - flaviojrocha@bol.com.br
« Anterior 1 Próxima »