Leia as Histórias

Categoria - São Paulo do século XXI Uma sugestão de quem te ama Autor(a): Robson de Oliveira - Conheça esse autor
História publicada em 24/03/2009
Tenho visto com muita tristeza sobre as enchentes e alagamentos nessa cidade!

Sei que muitos têm sofrido com elas, como eu sofri quando era pequeno. Portanto, esse texto vou dedicar para dar uma sugestão.

Se todos repararem, São Paulo tem sofrido uma espécie de "impermeabilização", ou seja: cada rua asfaltada, cada nova calçada, telhado, cimentado, enfim, colabora para dificultar, e muito, a absorção de água da chuva!

Os dutos de escoamento não conseguem mais suportar tanto volume de água desviado da terra para os rios Pinheiros e Tietê!

Minha sugestão, caso encontre partidários onde possam realmente por em prática, é de que comecemos a mudar isso no sentido de utilizar mais os "pavers", que são como os antigos paralelepípedos de antigamente, só que mais práticos, bonitos, duráveis e de fácil e barata manutenção. Eles possuem a qualidade de absorver grandes quantidades de água para o solo em suas frestas.

Em vias de tráfego pesado, ou vias expressas, o asfalto continua sendo a opção, mas em vias secundárias, ou ruas simples, calçadas e praças, os pavers, ou lajotas de pavimentação, seriam mais bonitos, práticos e mais aderentes. Quando precisar fazer alguma obra no subterrâneo, basta deslocá-los, e depois do reparo colocá-los novamente. Não ficam com remendos, e podem também ser reciclados.

Antigamente São Paulo era conhecida como a terra da garoa, em virtude da existência de ruas com paralelepípedos que ajudavam na absorção. Mas hoje isso já nem serve mais.

O custo de introdução talvez seja um pouco maior, mas o custo de manutenção é infinitamente menor. Podem ser coloridos também, valorizando os espaços públicos, como praças e jardins... além de calçadas.

Não adianta somente construir piscinões, ou somente canalizar os rios e córregos, se a cada ano o volume de água aumenta. Além de tudo ainda temos os bueiros entupidos.

Eu sei que isso não é nenhuma história bonita, como tantas aqui postadas por pessoas maravilhosas. Pessoas que amam essa cidade como eu. É apenas um pedido de um paulistano que nem está morando na cidade, mas que é de coração amante dela.

Estou escrevendo isso como uma forma de fazer um carinho em São Paulo! Um carinho de filho. De filho que vê um pai cometer alguns erros como todo mundo, e procura ajudar de alguma forma.

Imaginem os benefícios que podem vir de uma solução simples como essa. São Paulo sem aqueles eternos pontos de alagamentos que tanto prejudicam o trânsito e o turismo.

Logo chegaremos ao meio milênio... e o tempo passa!

e-mail do autor: nosbornar@ig.com.br E-mail: nosbornar@ig.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 09/04/2009 Meus amigos! Obrigado pelas manifestações, mas eu não estou dizendo que sejam paralelepípedos, mas sim lajotas de pavimentação...(pavers) com ranhuras para melhor aderência!
Eu sei que isso somente não resolve o problema, mas minimíza bastante os impactos das enchentes.
Em conjunto com outras medidas, provavelmente vai tornar as inundações em níveis mais toleráveis.
Quanto aos custos...olha...quanto custam os estragos provocados por cada vez que isso acontece??
Enviado por Robson de Oliveira - nosbornar@ig.com.br
Publicado em 29/03/2009 Robson, parabéns pelo seu texto, porque não usamos o sistema de criar espaços gramados nas calçadas como em muitas cidades do mundo? porque não educarmos o povo para não jogar lixo nas ruas? realmente o problema é complexo e ao que parece falta vontade politic em resolvê-lo, abraços, Leonello Tesser (Nelinho).- Enviado por Leonello Tesser (Nelinho) - lt.ltesser@hotmail.com
Publicado em 26/03/2009 Robson, permita-me. Rubens, de algo te garanto. Se ele
lá estivesse, estaríamos bem melhor, que esse banana mole que cede em tudo e não sabe se impor
como deveria um Presidente. Um abraço. asciudeme
Enviado por asciudeme joubert - asciudeme@ig.com.br
Publicado em 25/03/2009 Realmente falta escoamento pra esta agua toda,pois como disse eh muito cimento na nossa Selva de Pedra. Valeu a dica. Enviado por Etel - ebussbuss@gmail.com
Publicado em 25/03/2009 Boa sugestão, Robson mas sabe quando vão por em prática? nunca. Interesses múltiplos, que não são os da população tem prioridades imbatíveis. Parabéns.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@terra.com.br
Publicado em 25/03/2009 Robson, creio ser algo de difícil solução, pois São Paulo cresceu e cresce desordenadamente sem quaisquer planejamento.Há problema educacional (lixo nas ruas), etc. Só o São Lulla (Rei das Marolinhas) e São Pedro, talvez resolvam. Valeu a sugestão. Um abraço. asciudeme Enviado por asciudeme joubert - asciudeme@ig.com.br
Publicado em 25/03/2009 Robson a sugestão é boa, porem já estão desenvolvendo um asfalto mais poroso e resistente com borreacha reciclado de pneus que absorve água.Outra sugestão são os quintais das casas com alguma area de terra, a maioria dos moradores concretam o quintal todo também.Tudo isso é para melhorar pois as enchentes são inerentes ao homem a cidade, só se resolve não contruindo em regiões ribeirinhas, baixadas, pois até no Rio Amazonas tem enchente que dirá em grandes cidades, parabéns ,Estan. Enviado por Estanislau Rybczynski - estan_tec@hotmail.com
Publicado em 25/03/2009 "CHAME O PAULO MALUF E TUDO SERÁ RESOLVIDO ". Enviado por RUBENS ROSA - RROSA49@YAHOO.COM.BR
Publicado em 25/03/2009 Oliveira, concordo que a cidade precisa de permeabilidade. Mas o grande problema está na ocupação das várzeas do rios. E, falta também a educação do povo. Meu professor dizia que nenhuma cidade é "porca". "Porcos" são os seus habitantes. E, realmente não adianta canalizar rios. È preciso dar-lhes amplas várzeas para eles as inundar. Aqui, rio vira canal. Eis o erro. Abração, Natale Enviado por Wilson Natale - wilsonnatal@uol.com.br
Publicado em 25/03/2009 Robson,a única solução é o Governo, Prefeitura e o Povo, tomarem vergonha na cara...o primeiro fazendo o desassoreamento dos rios Tietê e Tamanduateí e promover limpeza geral dos escoamentos(bueiros e tubulações) a segunda, resolver o problema dos "lixões" e recolher o lixo das casas, 3xpor semana no mínimo e o povo deixar de jogar ou deixar lixo nas ruas, fora de horário. Sabe quando estas providências serão executadas??? NUNCA... abraços - Flavio Rocha Enviado por Flavio Rocha - flaviojrocha@bol.com.br
« Anterior 1 2 Próxima »