Leia as Histórias

Categoria - Nossos bairros, nossas vidas Seu Luiz da farmácia - Bixiga Autor(a): Rosemary Keiko Ishihara Calil - Conheça esse autor
História publicada em 22/07/2007
Nasci no Bixiga, meu bairro querido, há 58 anos. Meu pai, o Seu Luiz da Farmácia, tinha o seu estabelecimento na esquina da rua Dr. Luiz Barreto com a Santo Antonio. Minha mãe conta que eu ficava num caixotinho lá na farmácia mesmo para que ela pudesse ajudar meu pai naquela época. A nossa casa (uma casinha amarela) era na esquina da rua Santo Antonio com a rua Samuel das Neves (antigamente também chamada de Paim). Depois a farmácia mudou para a rua 13 de maio e nessa época (eu já tinha 8 anos), fui fazendo amizade pela rua. Morávamos num prédio quase em cima da Basilicata. Lembro-me de um balcão muito alto para mim, onde ia buscar o "filão" de pão todos os dias para a minha mãe. E foi assim que fui crescendo e tendo como amigos o Miguel, a Rosana, a Arlete, seu irmão Ângelo, o Albérico, Gilberto, a Rosmari e a Marcia (que inclusive estudaram no mesmo colégio que eu).
Meu pai gostava muito de nos levar às cantinas nos domingos. Lembro-me de uma em particular: a Cantina do Sansone...foram domingos inesquecíveis...
Quando eu estava com mais ou menos 13 anos, mudamos para a Conselheiro Carrão quase esquina com a Conselheiro Ramalho, mas a farmácia continuava lá, firme e forte! Meu pai foi muito severo, mas tivemos (minha irmã e eu) uma educação muito boa. Estudamos no Colégio São José, aprendi piano, inglês e brinquei muito com os meus amigos da Padaria Paladino: brincávamos de guerra de farinha, de pega-pega, enfim... brinquei muito na rua! Para vocês verem que apesar do meu pai ser severo ele não se importava que brincássemos na rua, porque não havia nada de mal! Meu pai faleceu há quase 4 anos, em 12/10/2003 mas tenho certeza que ele se encontra na memória de muitos moradores do Bixiga...

e-mail do autor: rosecalil@ig.com.br E-mail: rosecalil@ig.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 08/02/2010 Rosimeire querida! É voce mesmo?! Sou eu a Bebe do colegial do Sao José!!!! Semquerer resolvi buscar nomes da nossa turma e assim achei voce! Nos vimos há muito tempo muito mesmo.. voce esteve comigo em minha casa... Bem espero poder continuar este papo com voce. Deixo meu e-mail. Um beijo Vera ( Bebe) Enviado por Vera Lucia Barral Hiratani - verabarral@uol.com.br
Publicado em 17/10/2008 sou de ipiaú ba, tanto gostei da sua história quanto gosto muito do bairro do bixiga um bairro muito charmoso Enviado por sil vano s moreira - sil.moreira1@hotmail.com
Publicado em 04/06/2008 Rosemary, sua história do Bixiga trouxe-me belas recordações, é claro que conheci seus pais, eu comprei muitos medicamentos nessa farmácia, nossa! Quanta saudade! Lendo sua história, eu me lembrei de que, na esquina da dr.Luiz Barreto c/ esquina da r.São Vicente havia um pequeno armazem e nesse local morava uma familia de italianos: o pai chamava-se Amadeu Casalanguida, a esposa não me lembro do nome, havia tambem duas garotas (filhas do casal) e o filho mais velho Rafael Casalanguida. O Rafael já era um grande pianista. Atualmente ele acompanha grandes cantores, principalmente cantores líricos. Eu já tive a oportunidade de ser acompanhado por ele em algumas apresentações operisticas. Nós somos grandes amigos. Eu agradeço o seu comentário à respeito do meu conto sôbre o Bixiga. Eu tambem frequentei a Padaria Basilicata, a Cantina do Sansone, realmente, a publicação de sua história me lembra tantas recordações que não caberia numa só história. Muito obrigado! Continue sempre!
José.
Enviado por José Antunes dos Santos - joseantunesdossantos@bol.com.br
Publicado em 27/03/2008 Rose, eu tive o prazer de conhecer o seu pai, eu morei na Cons. Carrão entre a Rui Barbosa e a 13 de maio. Enviado por Pedro Egberto - egfon@terra.com.br
Publicado em 25/07/2007 Olá Rosemary, fantástico conhecer as pessoas através de suas histórias, é aí que que vê os valôres intrínsecos. Amado Bexiga da minha juventude, dos meus sonhos, dos meus projetos. Que saudades da Rua Conselheiro Ramalho, Rua Santo Antônio e a minha querida 13 de Maio antes da demolição para o viaduto sôbre a Brigadeiro. Você me trouxe páginas coloridas de um livro de felicidades. Obrigado Enviado por Zélio Andrezzo - zelioandrezzo@yahoo.com.br
Publicado em 23/07/2007 Rosemary,
lembro-me da farmácia e de seu pai, eu também tenho orgulho de ser "oriundi"do Bixiga.
Tinha um amigo, quase irmão, que morava no prédio da Rua Santo Antonio com a Manoel Dutra, em frente a Casa Cacique. Lembra?
Uma das lojas desse prédio na calçada da Rua Manoel Dutra era e ainda é uma Relojoaria e Joalheria de outro amigo meu, o Miltom (Minimi para os intimos).
Que bom te encontrar por aqui, seja bem vinda e se quiser ler mais sobre nosso bairro leia meus textos tenho diversas citações e memorias à respeito.
Enviado por Miguel S. G. Chammas - misagaxa@terra.com.br
Publicado em 22/07/2007 Seu Luiz da farmacia do Bixiga ou, Zé da farmacia de Santo Amaro, são nomes que dificilmente sai da cabeça de quem os conheceu. Assim como seu Manoel da padaria, Ou donos de estabelecimentos comerciais, ficam sempre vinculados as suas atividades, tornando quase que imortais. Enviado por MARIO LOPOMO - mlopomo@uol.com.br
Publicado em 22/07/2007 Certamente, Rosemary o seu pai, ou melhor todos vocês fazem mesmo parte desse bairro tão querido ,que formam a linda história de Sampa! Enviado por marcia ovando - marcia.ovando@bol.com.br
« Anterior 1 Próxima »